Geração Z está feliz com a idade que tem

Ana Silva
Ana Silva
3 min. para leitura
Geração Z está feliz com a idade que tem

Os adolescentes de hoje não são como costumavam ser. Se antes era comum as pessoas nessa faixa etária terem pressa de envelhecer e conquistar a independência na vida adulta, hoje o cenário mudou. É o que sugere o estudo da revista científica americana Child Development. Os marcos da vida adulta, como dirigir, ir para a faculdade e ter filhos, foram adiados para mais tarde.

Pesquisadores da Universidade de San Diego, na Califórnia, analisaram dados sobre hábitos de adolescentes entre 13 e 19 anos que viveram a fase da geração Z entre os anos de 1976 a 2016. Perguntas como rotinas e atividades diárias foram feitas aos jovens para coletar padrões de comportamento e diferenças entre as cinco gerações abrangidas pelo estudo.

O estudo divulgado em 2017, o mais recente até hoje sobre o tema, inspirou o Yubo, aplicativo da Geração Z, a fazer o mesmo: perguntar se os adolescentes de 2022 estão satisfeitos com a idade. Uma rápida pesquisa com alguns usuários da plataforma apontou que sim, eles estão satisfeitos com a atual fase que estão vivenciando.

A esmagadora maioria das respostas destacou que a adolescência é uma fase que dá a possibilidade de escolher os caminhos da vida que mais gosta. O pernambucano de 17 anos disse que a rede social Yubo o tem ajudado cada vez mais com isso: “O Yubo tem me mostrado muitas visões diferentes das minhas em relação a muitas coisas. Foi importante poder conhecer diferentes pontos de vista para ter ainda mais certeza dos meus”, diz.

Da capital mineira, Belo Horizonte, a mineira Ana Luisa Hilário, também usuária do aplicativo, disse que já tem a idade desejada: 19 anos. “Minha idade, 19 anos, é a melhor versão de mim mesma. Meu presente é continuar estudando e curtindo a atual fase desejada.”

Para a líder da comunidade global da plataforma, Marie Collin, ela está muito orgulhosa de poder compartilhar a vida desses jovens com Yubo e vice-versa.

“Minha equipe interage com os jovens no aplicativo todos os dias e sempre nos surpreendemos com sua determinação e curiosidade. Essa geração tem fortes convicções e se ainda não sabe exatamente o que quer fazer no futuro, certamente sabe o que não quer. É inspirador vê-los evoluir e se aceitar à medida que aprendem mais sobre quem são e sobre os outros. No Yubo, eles interagem com pessoas de todo o mundo, confrontam opiniões diferentes em debates e socializam com pessoas que compartilham as mesmas paixões. Essas interações permitem que eles se desenvolvam e se afirmem como indivíduos dinâmicos. Somos gratos por podermos dar a eles um espaço para fazer isso”, diz ela.



*Todos os artigos publicados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não expressam a linha editorial do portal e de seus editores.

Compartilhe este artigo