Zé Nigro se une a Hiran e Livia Nery no single “Vozes”

Ana Silva
Ana Silva
6 min. para leitura
Zé Nigro se une a Hiran e Livia Nery no single “Vozes”

O produtor musical e multi-instrumentista Zé Nigro dá prosseguimento a uma sequência de singles após seu bem recebido álbum “APOCALIP SE”. Depois de receber Alessandra Leão para cantar uma prece a Iemanjá em “Cais”, agora o artista se une ao rapper Hiran e à cantora Livia Nery na inédita “Vozes”.

 

Ouça “Vozes”: https://ingrv.es/Vozes

 

A canção é a segunda parte dos lançamentos projetados para o trabalho solo de Zé Nigro neste primeiro semestre, onde o músico atesta sua versatilidade ao lado de grandes nomes da nova música nacional. Hiran e Livia Nery transformam em poesia e voz uma dimensão única na música.

Para Nigro, “‘Vozes’ apresenta um forte caráter cinematográfico e a poesia de Hiran, com sua liberdade de brincar com o som das palavras, desperta a imaginação e conduz o ouvinte por diferentes paisagens urbanas. Livia Nery imprime sua narrativa melódica em solo de voz que leva o ouvinte a viajar na música”, resume.

 

Sobre o processo, Hiran conta: “Participar dessa música foi uma coisa muito redefinidora pra mim, porque é uma vibe que foge completamente ao que eu estou acostumado a fazer, e é muito desafiador entrar nesse lugar. Sou muito grato pela oportunidade porque eu acho que a vida toda é de desafio. As coisas funcionam muito melhor quando a gente se desafia e dá conta. Fazer parte com Nigro e Lívia é só honra, só alegria”, comemora.

 

A capa do single é assinada pelo artista plástico Paulo Ito. Grandes encontros musicais já são marca registrada do trabalho de Zé Nigro, que soma uma rica experiência musical no cenário independente brasileiro. Seu álbum de estreia “APOCALIP SE” conta com participações especiais de Ava Rocha, Céu, Thalma de Freitas, Anais Sylla e Saulo Duarte e reflete essa desenvoltura e ecletismo, indo da psicodelia ao reggae e ao synth pop, após assinar a produção de discos premiados como “Taurina”, de Anelis Assumpção (Melhor Álbum Prêmio Multishow); “Boca”, de Curumim, que lhe rendeu uma indicação ao Grammy Latino e Prêmio IPCA de melhor álbum; “SoltasBruxa”, da banda Francisco, el Hombre, com o qual também foi indicado ao Grammy Latino. Além disso, produz álbuns de nomes como Russo Passapusso (BaianaSystem), Saulo Duarte entre outros.

 

Agora, Zé Nigro está pronto para novos desafios e novidades. Além de “Cais” e “Vozes”, ambas disponíveis para streaming, o músico lançará o remix “Jararaca Snake” em abril.

 

Zé Nigro se une a Hiran e Livia Nery no single “Vozes”

 

Ficha técnica

Música: Zé Nigro

Letra: Hiran

 

Hiran: Voz

Livia Nery: Vocais

Tati Lirio: Vocais

Fernando Bastos: Flauta

Samuel Fraga: Bateria

Zé Nigro: Vocais, Baixo, Sintetizadores, Guitarra, Percussão e Programação

 

Produzido arranjado e gravado por Zë Nigro

Mixado por  Zé Nigro e Samuel Fraga no Estúdio Navegantes – SP

Masterizado por Felipe Tichauer no RedtraxxStudio – Miami

Lançamento: Ziji Müsic

Distribuição: Ingrooves Brasil

 

© Ziji Müsic 2021

® Zë Nigro  2021

 

Letra

Medo

Dor

Rua

Tiras

Medo

Beco

 

Beco seco medo dedo preto medo

hora agora fora outrora chora tora

 

Beco seco medo dedo preto medo

hora agora fora outrora chora

 

História cruzada

Beco fachada

Futuro quebrada

E a mulher amada

E a porta fechada

E eu na calada

E o gato preto sobe o muro

E o gato preto sobe o muro

 

Ve a noite cedo eu curo

E o gato preto sobe o muro

 

O mundo é fora dali

O mundo é fora dali

E o sol não brilha dali

 

Mas ali pintava-se o som

Verdade cantada sem tom

 

O peso da estátua do lobo

O uivo da nota do corvo

Sinfonia desquite quite

Celebra o quite

Vira o it

Sem post it

Pra ser legiti

Ce mata o riff

Consome o Hit

Ce come o Hit

E cospe o Hit

Ce cospe o Hit

 

Onde a verdade não é de mentira

Onde a justiça não nasce dos tira

Onde se os tira pisar eles tira

Onde o ódio não reflete os tira

Onde se a água parar peixe pira

Onde não grita se o cheiro do bira

Onde a notícia não vale de mira

 

E pra pisar cê tem que ser filho de Rei

Pra pisar cê tem que ser filho de rei

Pra pisar cê tem que ser filho de rei

 

O crack no Crec que canta

A morte chegada da anta

O laço do corpo da dança

O sexo grito da onda

 

O gosto gritante da bomba

O escuro que sobe na ponga

 

E as vozes

As vozes

As vozes



*Todos os artigos publicados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não expressam a linha editorial do portal e de seus editores.

Compartilhe este artigo
Por Ana Silva
Seguir:
"Acredite em si próprio e chegará um dia em que os outros não terão outra escolha senão acreditar com você. Cynthia Kersey Bem, isso resume meu 2022 :)