VLI apresenta crescimento operacional da Ferrovia Norte-Sul

A VLI – companhia logística que opera ferrovias, portos e terminais – apresentou os resultados operacionais de 2021 do tramo norte da Ferrovia Norte-Sul (FNS), importante corredor de escoamento do agronegócio brasileiro em direção aos portos do sistema norte. A receita líquida registrou crescimento de 19,6% em relação a 2020, alcançando R$ 1,097 bilhão. O EBITDA (lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização) atingiu R$ 563,7 milhões, apresentando um salto de R$ 46,4 milhões na comparação com 2020. Além disso, houve aumento de 10% no total de cargas transportadas em 2021 na comparação com o exercício anterior, chegando a 11,1 milhões de toneladas.

Os principais produtos transportados pela companhia foram Soja, Milho e Celulose. No comparativo com 2020, a movimentação dessas três cargas cresceu 10%. Ativos como Combustíveis, Farelo de Soja, Biodiesel e Álcool também compõem o mix de fluxos. Em 2021, a VLI investiu o valor total de R$ 917,5 milhões na FNS, aplicados na manutenção e modernização dos ativos operacionais e em aumento de capacidade, além de projetos de meio ambiente e segurança.

“Mesmo em um cenário altamente desafiador, a operação da VLI na FNS alcançou um crescimento expressivo, de dois dígitos, no volume de cargas e em receita. O que nos deixa ainda mais orgulhosos é o fato de termos atingido essas marcas somando mais competitividade para o negócio dos nossos clientes, com consequente ganho de eficiência nas exportações do país”, afirma o CEO Ernesto Pousada.

 

ESG

Além dos resultados operacionais, a VLI acredita que o crescimento deve acontecer de maneira sustentável, de forma que estimule a preservação do meio ambiente e do bem-estar das pessoas. Em razão disso, em 2021 a companhia anunciou seus compromissos ESG, elaborados com base nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU e organizados em três frentes: legado para o planeta, valor para as relações e segurança para as operações. Entre as metas estabelecidas estão a redução de 15% de emissão de gases do efeito estufa por tonelada transportada, a diminuição de 20% de consumo de água nova nas operações e o alcance de 30% de mulheres em cargos de liderança. As metas que envolvem as questões sociais serão cumpridas até 2025, enquanto as relacionadas ao meio ambiente serão conquistadas até 2030.


*Todos os artigos publicados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não expressam a linha editorial do portal e de seus editores.

Ana Silva
"Acredite em si próprio e chegará um dia em que os outros não terão outra escolha senão acreditar com você. Cynthia Kersey Bem, isso resume meu 2022 :)