Verão Na Cidade Sem Mar’, primeiro disco de Dieguito Reis, chega ao mundo em 06/05; “Minha vida está nisso”

Ana Silva
Ana Silva
4 min. para leitura
Verão Na Cidade Sem Mar’, primeiro disco de Dieguito Reis, chega ao mundo em 06/05; “Minha vida está nisso”

A espera do primeiro álbum de estúdio de Dieguito Reis, baterista da Vivendo do Ócio, em seu projeto solo, já tem data para acabar: 06 de maio vem ao mundo ‘Verão Na Cidade Sem Mar’, álbum com nove faixas, em todas as plataformas digitais. Mergulhado na onda oitentista da soul e dance music, Dieguito mantém sua música no universo do rap, indie e R&B, com mais embalo e groove do que o normal.

Faça o pré-save de ‘Verão Na Cidade Sem Mar’ aqui

    A ficha técnica conta com participações especiais de nomes influentes da música indie brasileira, entre eles IZENZÊÊ, Martin Mendonça, Jardim Soma, Lau e Eu, além de Izy Mistura, cantor togolês atualmente morando no Brasil, e mais.

    O álbum ainda tem Thiago Guerra (Fresno) assinando os arranjos em “O Que Chamam de Amor”, faixa gravada no Estúdio Concha. Outras colaborações interessantes ficam por conta de Aquahertz na produção (exceto faixa-título), Gui Almeida nos arranjos de “Decolagem”, entre outros.

    ‘Verão Na Cidade Sem Mar’ será lançado pela Matraca Records, selo nacional independente, em parceria com a YBMusic.

Verão Na Cidade Sem Mar’, primeiro disco de Dieguito Reis, chega ao mundo em 06/05; “Minha vida está nisso”
Capa do novo álbum de Dieguito, ‘Verão Na Cidade Sem Mar’, por Rafael Kent (in memoriam)

    Capa

    Colaborador de anos, desde os tempos da Vivendo do Ócio, o fotógrafo e videomaker baiano Rafael Kent foi o responsável pela foto e assinatura da capa de ‘Verão Na Cidade Sem Mar’. Reconhecido nacionalmente por grandes trabalhos no audiovisual da cena artística brasileira, Kent faleceu dias antes do lançamento, no último 23 de abril, aos 42 anos. Amigo próximo de Dieguito, ‘Pumuca’ como era chamado carinhosamente será lembrado pela eternidade.

    Discografia e carreira

    Apesar do primeiro álbum de estúdio, Dieguito já tem lançado em suas plataformas 14 singles, 1 EP e um álbum ao vivo no Estúdio Showlivre em quatro anos de projeto. Para o novo lançamento, a expectativa é totalmente nova, apesar da experiência de lançar cinco álbuns com sua banda Vivendo do Ócio.

    “Toda minha vida está neste álbum. Todas as minhas angústias, derrotas e vitórias”, desabafa o artista baiano, nascido e criado no bairro do Uruguai, em Salvador. Preparado inicialmente para ganhar vida em 2020, ‘Verão Na Cidade Sem Mar’ precisou de três anos para ser gestado, seja com composição, gravação, mudança na estratégia de lançamento devido a pandemia e outros processos necessários.

    E foi nesse processo de mudança de lançamento por conta da pandemia que acabaram aparecendo novas músicas, dando lugares a outras que já estavam garantidas no setlist do disco antes da pandemia.

    Aos 34 anos, este é um desafio que Diego encara de frente e com muita paixão como artista. Além do seu projeto solo e de assumir as baterias da VDO desde 2008, Dieguito colabora com Lau e Eu e é DJ residente da boate Tokyo, em São Paulo.

    Os próximos passos? Turnês e shows pelo país apresentando a nova formação da sua banda de apoio: Carol Navarro (Supercombo) no baixo e na voz, Lau (Lau e Eu) na guitarra e voz, Leon nos teclados, além do próprio Dieguito na bateria e na voz. Um novo single também é prometido para os próximos meses.



*Todos os artigos publicados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não expressam a linha editorial do portal e de seus editores.

Compartilhe este artigo