Vacina contra gripe é ofertada para pessoas que não foram imunizadas em 2021

Ana Silva
Ana Silva
5 min. para leitura
Vacina contra gripe é ofertada para pessoas que não foram imunizadas em 2021

A Prefeitura de Salvador segue ofertando a vacina contra a gripe nos postos de saúde da capital. As doses estão disponíveis para pessoas com idade igual ou superior a 12 anos, que não tomaram o imunizante em 2021. A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) alerta que quem recebeu a vacina ano passado, não precisa comparecer aos postos. No ato da vacinação é obrigatória a apresentação do cartão SUS de Salvador.

A infectologista da SMS, Adielma Nizarala, explica que não há indicação de revacinação com o mesmo tipo de vacina contra a gripe. “A vacina contra Influenza que está em uso ainda é a mesma que foi aplicada na campanha de 2021. A partir de março, uma nova versão deverá começar a ser aplicada na campanha 2022. Sendo assim, quem tomou a vacina ano passado não precisa e não deve tomar novamente agora”, disse.

Foram aplicadas quase 900 mil doses contra influenza em Salvador, com uma cobertura geral de 63%. Entre os grupos prioritários, 84% das crianças estão imunizadas, 68% das gestantes, 50% dos trabalhadores de saúde, 73% das puérperas e 58% dos idosos, receberam o imunizante.

A médica destaca a importância de o público-alvo que ainda não recebeu o imunizante procurar os pontos de vacinação espalhados pela cidade. “As pessoas que, por qualquer motivação, principalmente aquelas que fazem parte de grupos prioritários para a campanha de vacina contra influenza, não procuraram as unidades de vacinação, devem fazê-lo o mais rápido possível para garantir sua imunização”, afirmou Adielma.

Ao receber a vacina no Multicentro Carlos Gomes, a recepcionista Tânia Menezes Silva, de 43 anos, falou sobre a importância da ação para evitar novos surtos. “A correria do dia a dia impossibilitou que eu tomasse a vacina ano passado. Mas, graças a Deus, hoje pude receber o imunizante, que vai evitar que eu fique gripada e que contamine outras pessoas. Sei da importância deste gesto e entendo que temos que priorizar nossa saúde, por isso indico que as pessoas se vacinem, para evitar sobrecarregar os postos de atendimento”.

Após contrair o vírus da Influenza, a confeiteira Jéssica da Cruz, 27 anos, destacou a importância da vacinação. “Infelizmente, ano passado contraí o vírus da gripe e fiquei de cama. Me arrependo profundamente de não ter tomado a vacina antes, pois, se tivesse me imunizado, não teria sofrido tanto com o vírus. Os sintomas dolorosos me fizeram ver a importância de tomar a dose, por isso agora vim e me comprometo a não perder mais campanhas de vacinação. Tive que aprender com a dor, só quem já passou sabe o quanto é ruim”.

Pontos de vacinação – A estratégia de vacinação contra Influenza funciona das 8h às 16h, em 31 Unidades de Saúde da Família (USF) e Unidades Básicas de Saúde (UBS), espalhadas pela cidade.

A população de Salvador pode receber o imunizante na USF Dom Avelar, USF Nova Brasília, USF São Marcos, UBS Pires da Veiga, USF Vila Canária, Multicentro Liberdade, 16º Centro de Saúde – Maria Conceição Imbassahy (Pau Miúdo), UBS São Judas, USF Cajazeiras IV, USF Jardim das Mangabeiras (Cajazeiras VIII), USF Yolanda Pires (Fazenda Grande I), UBS Manoel Vitorino (Brotas), USF Cabula VI, USF Mata Escura, USF Arenoso, USF São Gonçalo, USF Antônio Lazarotto (Plataforma), UBS Frei Benjamin (Valéria), USF Recanto da Lagoa I, Multicentro Carlos Gomes, USF Mussurunga I, USF Nova Esperança, UBS Professor José Mariane (Itapuã), UBS Dr. Orlando Imbassahy (Bairro da Paz), USF São João do Cabrito, USF Alto da Terezinha, USF Alto do Congo, USF Estrada da Cocisa, UBS Santa Cruz (8h às 15h), USF Calabar e USF Alto das Pombas.

Fotos: Bruno Concha/Secom



*Todos os artigos publicados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não expressam a linha editorial do portal e de seus editores.

MARCADO:
Compartilhe este artigo