Tecnologia aumenta em 290% a comunicação entre pais e escolas privadas na pandemia, indica estudo inédito

Ana Silva
Ana Silva
2 min. para leitura
Tecnologia aumenta em 290% a comunicação entre pais e escolas privadas na pandemia, indica estudo inédito
Portrait of African American family taking a selfie together with mobile phone at home. Family and lifestyle concept.

O uso de ferramentas tecnológicas para manter a comunicação entre pais e responsáveis de instituições de ensino durante 2021 cresceu em 290% comparado com o período pré-pandemia. Esses dados foram obtidos na base da Layers Education, startup que unifica aplicativos de gestão escolar como agenda, mural de recados, notas, entre outras facilidades.

Enquanto em 2019 foram realizadas 66.019 interações entre responsáveis e as instituições, em 2020 o número subiu para 119.001. Em 2021, o total chegou a a 258.011, mostrando que os usuários já estavam mais habituados com a plataforma. De acordo com o CEO da Layers Education, Danilo Yoneshige, essa tendência é um apoio importante para a retomada das aulas presenciais.

“Esses dados mostram que abandonar as ferramentas tecnológicas, que foram cruciais nos períodos mais críticos da pandemia, pode prejudicar o relacionamento entre os players do ensino, principalmente no momento em que as pessoas estão ainda mais interessadas em ficar por dentro de qualquer informação que envolvam saúde, segurança e educação dos estudantes”, diz o CEO.

A vantagem de utilizar um canal próprio para comunicação escolar é encontrar em uma única interface outros aplicativos que facilitam o encontro de informações sobre a vida escolar dos alunos, afirma Yoneshige. “Ter diversos logins para finalidades distintas pode acarretar em uma desorganização e prejudicar o desenvolvimento e a relação escolar.”



*Todos os artigos publicados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não expressam a linha editorial do portal e de seus editores.

Compartilhe este artigo