Sérgio Loroza leva o Baile Doloroza para o Teatro Riachuelo

Ana Silva
Ana Silva
5 min. para leitura
Sérgio Loroza leva o Baile Doloroza para o Teatro Riachuelo

O cantor, ator, compositor e empresário Sérgio Loroza vai apresentar o Baile Doloroza no Teatro Riachuelo, dia 30 de março. O evento será um Pré-Carnaval onde os quesitos mais importantes são a evolução através da alegria e a inclusão obrigatória da máscara na confecção da fantasia. O artista vai aproveitar a ocasião para celebrar o aniversário, que é dia 28 de março. O show também terá um conceito multissensorial. Além da audição e visão, o olfato será aguçado através do cheiro de arruda, considerando que o nome todo do cantor é Sérgio Luiz de Arruda Loroza.

“Sou de Madureira, nasci no meio do samba, da cultura. No bairro onde tem Império Serrano, Portela, a Feira das Yabás, Jongo da Serrinha, Baile Charme, entre outros. Vou levar Madureira para o Teatro Riachuelo. E não sou celebridade, sou celebrador. Quanto mais me divirto, mais o público se diverte. Tenha certeza que vou alcançar o meu objetivo maior que é levar alegria ao povo.”, diz Loroza que traz no repertório uma mistura de gêneros musicais no ritmo do samba. Entre as músicas que não podem faltar estão “O que é o que é?”, “A Novidade”, “Pescador de Ilusões”, “Taj Mahal”, “Descobridor dos Sete Mares”, “Coisinha do Pai”, “Vou Festejar”, marchinhas como “Colombina lê lê lê” e “Me dá um dinheiro aí”, as autorais “É, Nóis”, “Moprê” (feat. Doralyce) e “O Afronauta” (feat. Pretinho da Serrinha), canção feita pelo artista durante o período em que participou como astronauta da primeira temporada do “The Masked Singer Brasil” e que foi lançada logo após sua saída do programa, além dos sambas-enredos mais famosos das escolas de samba de Madureira: “Aquarela Brasileira” e “Foi Um Rio Que Passou Em Minha Vida”.

“Vou cantar samba, marchinha, rock, forró, sertanejo, pop…tudo em ritmo de Carnaval, sendo acompanhado pela banda U.S. Madureira. O show vai ter até o Michael Jackson de Madureira, que será interpretado pelo percussionista e performer Fabinho D’Lélis ao som de um medley com músicas do cantor americano.”, conta Loroza que vai se apresentar com público pela primeira vez desde o início da pandemia.

O Baile Doloroza nasceu em 2019 como uma evolução do Baile do Negrão, que foi criado em 2007 e acontecia embaixo do Viaduto Negrão de Lima, mais conhecido como Viaduto de Madureira. Sérgio chegou a fazer uma turnê internacional, levando o Baile Doloroza para Bruxelas, Paris, Amsterdam, Londres e Lisboa. “Fizemos shows nestes lugares na Europa para comunidades brasileiras. O mais engraçado é que em vez de ficarem alegres, as pessoas começavam a chorar com saudade do Brasil.”, brinca o cantor.

Além de ser ator, cantor e compositor, Loroza agora é empreendedor, dono da marca de cachaça “Doloroza”, uma aguardente diferenciada, porque traz três sabores: Pimenta (usada para temperar a bebida), Prata (a branquinha) e Ouro (3 anos em barril de carvalho), que ganhou o Prêmio de Melhor Cachaça na Bélgica, em 2020. “Por ser da arte, descobri que fazemos show business. O artista precisa entender mais de business. O meu objetivo maior é arte e os maiores patrocinadores são do mercado alcoólico. Percebi que precisava criar algo e resolvi ter uma marca de cachaça. Falei com um amigo e fomos para Paraty conhecer vários produtores. Fiz negócio com quem achei o melhor. Tenho recebido um retorno muito bom. As pessoas têm entendido perfeitamente quando digo que a cachaça “Doloroza” é a melhor. E agora sei que a cachaça é o empreendedorismo. Também é importante ver um preto empreendendo e tendo sucesso numa área com poucas pessoas pretas.”, explica o ator.

Serviço Baile Doloroza:

Data: 30/03/22
Horário: 20hs

Local: Teatro Riachuelo RJ – Rua do Passeio , 40, Rio de Janeiro – Rio de Janeiro
Vendas: Plateia VIP R$ 35 e R$ 70 | Plateia R$ 30 e R$ 60 | Balcão Nobre  R$ 30 e R$ 60 | Balcão Simples R$ 20 e R$ 40

Link Sympla: https://bileto.sympla.com.br/event/71249/d/124117
*Atenção: Os ingressos serão vendidos on-line pelo site, pelo totem que se encontra no teatro e pela bilheteria que funciona de terça à sábado de 12h às 20h e domingo de 12h às 19h.

Telefone: (21) 3554-2934

Classificação: Livre



*Todos os artigos publicados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não expressam a linha editorial do portal e de seus editores.

Compartilhe este artigo