Salvador Shopping realiza festival em homenagem ao aniversário da cidade

Ana Silva
Ana Silva
3 min. para leitura
Salvador Shopping realiza festival em homenagem ao aniversário da cidade

Começa hoje (17), e segue até o dia 31 de março,  o Festival Salvador, com uma programação especial promovida pelo Salvador Shopping para comemorar o aniversário da cidade, com shows, apresentações de teatro, capoeira, orquestra de berimbaus, maculelê, samba de roda, aulas de swing baiano, oficinas de arte e de culinária infantil e os sabores locais, com a participação de chefs convidados.

Foram escolhidos 15 temas que compõem a história e traduzem o jeito de viver dos soteropolitanos: Carnaval, Festas Populares, BA-VI, Artes Plásticas, Artesanato, Literatura e Poesia, Sabores, Arquitetura e Urbanismo, Cinema e Teatro, Crença e Fé, Irmã Dulce, Pontos Turísticos, Sons de Salvador, Ginga e Ritmos e Expressões de Salvador.  O número é uma referência aos 15 anos do Salvador Shopping, que serão celebrados no mês de maio.

Os temas estão representados no cenário e nas apresentações que serão realizadas na Praça Central do shopping, no Piso L1, de terça a domingo, a partir das 18h30, com curadoria de Lícia Fábio. Tem programação para toda a família. Nos finais de semana, as ações serão voltadas para a crianças.  A abertura do Festival será com os cantores e compositores Tonho Matéria, Tenison Del Rey e Jorge Zarath, do grupo Autorais, às 18h30.

O espaço do evento foi batizado de Arena Elétrica. Em formato circular, remete ao Forte São Diogo e à Arena Fonte Nova, com sete orixás confeccionados de tecido em resina, simbolizando o Dique do Tororó.  O palco é em forma de pandeiro, para retratar os ritmos e a musicalidade da capital baiana. O trio elétrico, estrela principal do maior carnaval de rua do planeta, surge na decoração com referências da Caetanave, uma das grandes inovações do carnaval de Salvador em 1972.

A praça está rodeada de arcos, em uma espécie de exposição para que o visitante aprecie fotos e os elementos que fazem parte da cultura e da memória da cidade.  Além dos arcos, torres lembram a arquitetura e as igrejas de Salvador, misturados a materiais do artesanato local, como o bordado Rechilieu recortado em madeira. O subúrbio de Salvador aparece nas cores, representando o colorido das casas da região.

Em cada arco será possível assistir a um vídeo contando as histórias que fazem de Salvador, uma cidade de enorme riqueza cultural. “O Festival Salvador é muito mais que uma homenagem ao aniversário da primeira capital do país, é visitar a memória do lugar, despertar no soteropolitano o sentimento de pertencimento e chamar a atenção para a importância da preservação desse riquíssimo patrimônio”, explica o superintendente José Luiz Miranda.

Para entrar no clima do Festival, escaneie o QR Code e ouça a Playlist que preparamos.



*Todos os artigos publicados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não expressam a linha editorial do portal e de seus editores.

Compartilhe este artigo