RH é setor estratégico e traz melhor resultado para empresas

UniPaulistana
UniPaulistana
2 min. para leitura
RH é setor estratégico e traz melhor resultado para empresas

A concorrência no mercado globalizado e cada vez mais competitivo contribui para que as empresas passem a valorizar a área de Recursos Humanos. Vista como um setor estratégico, é responsável por trazer competência, reter talentos e contribuir para o planejamento das organizações.  Em pesquisa desenvolvida pela HRtech Ahgora (empresa que desenvolve tecnologias inovadoras para recursos humanos) feita com mais de 300 profissionais de RH, revela que a área precisa atuar mais estrategicamente e mostra que apenas 15% dos entrevistados admitem que o RH participa de todas as decisões estratégicas da companhia.

Os dados de pesquisas realizadas antes e durante a pandemia constam que o Panorama de RH no Brasil 2018, elaborado pela plataforma Qulture.Rocks mostra que as empresas entendem que a área de Recursos Humanos é estratégica para o maior protagonismo das empresas. Diante dos dados da pesquisa, o coordenador do Curso de Gestão de Recursos Humanos do Centro Universitário Unipalistano, (UniPaulistana), professor André Dalpicolo, disse que é inegável que o RH é estratégico e que, em razão das exigências do mercado cada vez mais competitivo, é imperativo investir na modernização e em tecnologia para que o RH participe cada vez mais das estratégias e projetos das instituições. Para o professor, houve um fortalecimento modernização das áreas de RH e que, muito mais do que contratar e demitir, a área de Recursos Humanos se aprimorou e acarreta, cada vez mais, funções que interferem no resultado das empresas e na força de trabalho, de vital importância para as organizações.

O professor André Dalpicolo salienta que o emprego da tecnologia deve ser acoplado ao conhecimento das leis trabalhistas para atender a legislação e estar de acordo com os planos, estratégias e metas estabelecidas por cada empresa.



*Todos os artigos publicados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não expressam a linha editorial do portal e de seus editores.

Compartilhe este artigo