Regata JL Marina Bracuhy deve reunir mais de 120 barcos em Angra dos Reis (RJ)

Ana Silva
Ana Silva
3 min. para leitura
Regata JL Marina Bracuhy deve reunir mais de 120 barcos em Angra dos Reis (RJ)

A quarta edição da regata JL Marina Bracuhy será realizada em 26 de março em Angra dos Reis (RJ) com mais de 120 barcos e 600 velejadores de vários estados da federação. A prova tem inscrições esgotadas e volta a ser realizada depois de dois anos em virtude da pandemia de COVID-19.

A regata terá dois percursos, um de 12 e outro de 8 milhas náuticas. Equipes do Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo participam da prova este ano. A JL Marina Bracuhy foi realizada pela última vez em 2019.

Quando foi cancelada em março de 2020, dez dias antes do evento, já tinha superado em 15% o sucesso das edições anteriores. Em 2019, 115 embarcações correram a prova no litoral fluminense.

”É a regata que mais cresce no País em número de participantes. Além de toda estrutura oferecida, os velejadores escolhem a JL Marina Bracuhy pela confraternização. É um show a parte!”, contou Chris Amaral, uma das organizadoras do evento.

Entre as classes de vela oceânica regata JL Marina Bracuhy estão APS, Bico de Proa, Clássicos, Cruzeiro, Mocra, Multicasco e RGS.

Lista de inscritos – https://regatabracuhy.com.br/inscritos-por-classe

São diversos os eventos que movimentam o fim de semana da regata JL Marina Bracuhy. Os velejadores são recebidos com cocktail de abertura na véspera, além da agitação na orla com feirinha de artesanato, stand dos expositores, massagem e a famosa reunião de comandantes.

A novidade deste ano é que a premiação será nas históricas ruínas do Engenho do Bracuhy, antiga usina de açúcar cuja construção, inteiramente importada da Europa, foi finalizada em 1885.

”A Regata JL Marina Bracuhy é muito mais do que uma competição, é quase como uma confraternização entre amigos. As festas já começam na sexta com um Happy Hour. Sábado uma boa velejada na raia montada na Baía da Ribeira seguida de animada festa de premiação, regada com muita cerveja e sorteio de brindes cobiçados. No domingo a festa continua com a celebração mais típica de velejador: o tradicional churrasco comunitário Churrascuhy”, disse Mara Blummer, organizadora da JL Marina Bracuhy.

A prova tem quatro mulheres como organizadoras, dividindo as funções técnica em terra e na raia, bem como as definições esportivas, administrativas, financeiras e atividades sociais. São elas: Mara Blumer, Chris Amaral, Renata Liu e Tereza Zanetti. O evento é produzido de maneira voluntária e sem fins lucrativos, e é patrocinado pela própria Marina JL Bracuhy, que também sedia a regata.

Mais informações em www.regatabracuhy.com.br



*Todos os artigos publicados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não expressam a linha editorial do portal e de seus editores.

Compartilhe este artigo