Rafael Escobar se transforma em múltiplas versões de si mesmo no clipe “Deixar Levar”

Ana Silva
Ana Silva
3 min. para leitura

Rafael Escobar se desdobra em muitos e se multiplica em outros tantos em “Deixar Levar”, primeiro clipe da sua carreira solo. O vídeo mostra variados tons, sons e cores do mesmo artista, revelando que existem camadas diversas de uma pessoa para muito além da superfície. A faixa carrega o DNA de um criador que mergulha fundo na MPB, bossa e jazz, porém dialogando com a contemporaneidade da cena independente nacional.

 

Assista a “Deixa Levar”: https://youtu.be/WcUfVTMiPjM

Ouça “Deixa Levar”: https://bit.ly/REDeixaLevar

 

Escobar reflete sobre superar os obstáculos diante de seus objetivos e se permitir seguir os ventos do destino, descobrindo novos caminhos antes não imaginados. “Quando eu perceber que meus reflexos já se foram / Acabará a pressa de fazer caber?”, ele canta, abrindo “Deixar Levar”. A composição é uma espécie de conselho do artista para si mesmo, pensando sobre a finitude da vida e tudo que o tempo trouxe e pode trazer. Não por acaso, os espelhos estão presentes na capa do single às cenas do clipe. Originalmente intitulada “Reflexos”, “Deixar Levar” propõe a busca pelo equilíbrio entre alma e corpo de alguém que ainda está no processo de descoberta do seu papel no mundo perante todos os enfrentamentos necessários para se tornar aquilo que se almeja.

 

A intimidade que o clipe estabelece é uma característica da própria música de Rafael Escobar, que cria canções pessoais para ouvidos universais. Ao compor de um ponto de vista de sinceridade e vulnerabilidade, surgem letras que buscam a poesia no cotidiano.

 

“Deixar Levar” vem para inaugurar oficialmente uma trajetória musical iniciada muitos anos antes. Rafael Escobar trabalhou em alguns projetos com o E12 Records (antigo Estúdio 12 Experiência Sonora), estúdio dos produtores Marcelo Fruet e Átila Viana em Porto Alegre (Dingo Bells, Apanhador Só, Chimarruts, Pública, Mulamba).

 

Agora vivendo na Califórnia, Rafael começa a revelar suas canções autorais, com o objetivo de atuar como farol para aqueles que não conseguem ver a luz no fim do túnel independente do seu gênero, raça ou idade. Com um trabalho em sintonia com a atual cena brasileira, que busca novos caminhos e ressignifica a MPB, Rafael Escobar faz de “Deixar Levar” o primeiro gostinho de seu EP de estreia, a ser lançado em breve.



*Todos os artigos publicados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não expressam a linha editorial do portal e de seus editores.

MARCADO:
Compartilhe este artigo