Posicionamento ao ofício do Ministério da Saúde sobre 10 milhões de doses

Ana Silva
Ana Silva
1 min. para leitura
Posicionamento ao ofício do Ministério da Saúde sobre 10 milhões de doses
São Paulo - Vacinação contra covid-19 aos profissionais da saúde do Hospital das Clínicas, no Centro de Convenções Rebouças.

O Instituto Butantan acaba de responder à consulta do Ministério da Saúde, afirmando ter disponíveis 10 milhões de doses de CoronaVac para entrega imediata ao Programa Nacional de Imunizações (PNI). No ofício, o Butantan oferece o quantitativo de imunizante já envasado e certificado pelo rigoroso controle de qualidade do instituto, além de 20 milhões de doses adicionais para entrega de 20 a 25 dias, mediante assinatura do contrato.

Vale lembrar que o Butantan tem total capacidade de atender a qualquer outra demanda de CoronaVac, vacina produzida em parceria com a biofarmacêutica chinesa Sinovac, com cronograma previamente definido.

Em 2021, o instituto forneceu 100 milhões de doses ao PNI, encerrando o contrato antes do tempo previsto, em meados de setembro. A CoronaVac foi a primeira vacina aplicada no país e garantiu a proteção dos grupos mais vulneráveis ao vírus, os idosos e profissionais de saúde.



*Todos os artigos publicados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não expressam a linha editorial do portal e de seus editores.

Compartilhe este artigo
Por Ana Silva
Seguir:
"Acredite em si próprio e chegará um dia em que os outros não terão outra escolha senão acreditar com você. Cynthia Kersey Bem, isso resume meu 2022 :)