Pilotos latinos fazem história no continente em domingo emocionante nas pistas

Seja no Brasil ou no Uruguai, o automobilismo latino viveu mais um dia inesquecível no último domingo, com disputas acirradas e momentos que os fãs de velocidade vão guardar com carinho na memória.

No Brasil, durante a quarta etapa da Stock Car em Mogi Guaçu (SP), Matías Rossi superou um princípio de incêndio antes mesmo de alinhar o carro no grid de largada, e sem poder utilizar o botão de ultrapassagem durante toda a prova, segurou a pressão exercida por Ricardo Maurício e conquistou a primeira vitória na Stock.

O triunfo de Matias reacendeu o alerta para os diretores da categoria, que já tinham planos de promover um intercâmbio maior entre pilotos, com objetivo de incrementar ainda mais a competição de maior destaque do calendário brasileiro.

Já no país vizinho, a pilota Carolina Cánepa, que recentemente teve boa passagem pela Fórmula Truck, obteve um marco na história do automobilismo uruguaio, tornando-se a primeira mulher a ganhar uma corrida em um circuito de Rally, na categoria Super 1600, comum em campeonatos nacionais.

Rosito, como é conhecida, possui estreita relação com o automobilismo brasileiro, pois começou a lidar com motores no início dos anos 1980, quando foi campeã citadina de Kart (Porto Alegre). Logo depois, passou por outras categorias, como Brasileiro de Uno e Super Turismo. Em 2000, sagrou-se campeã nas 12 Horas de Tarumã e, no ano seguinte, campeã brasileira de Ford Fiesta.

Além de serem contemporâneos por ambos terem origem no Uruguai, Carolina e Matias possuem o apoio da YPF, a 3° maior petrolífera da América Latina, durante todo o calendário anual de competições.

Giovanna Grassi, gerente de marketing da empresa no Brasil, demonstrou o orgulho da companhia pelos resultados obtidos no domingo: “São dois profissionais dedicados e temos um orgulho muito grande pela parceria que conquistamos dentro e fora das pistas. As duas vitórias conquistadas, em especial da Carolina por se tratar da primeira vitória de uma mulher no Rally, nos enchem de orgulho e ajudam a consolidar a nossa marca nas principais categorias do automobilismo latino”, comenta.

 

Sobre a YPF

A YPF transforma vidas através de energia, uma das maiores empresas produtoras de petróleo e gás da América Latina, sendo a maior empresa Argentina em termos de receita, com quase 100 anos de história e 20.000 colaboradores. Lidera com 54% de market share em lubrificantes no mercado local e soma mais de 1600 postos de combustíveis.

Atua no Brasil desde 1998, possui sede e fábrica em Diadema-SP, com capacidade produtiva de 47 mil toneladas por ano e distribuição em todo país. A marca destaca-se por ser a que mais cresce no mercado brasileiro pelo 4º ano consecutivo, no segmento de lubrificantes, segundo o IBP (Instituto Brasileiro de Petróleo e Gás). Visite o site  www.ypf.com.br e conheça as redes sociais para saber mais sobre a história.

*Todos os artigos publicados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não expressam a linha editorial do portal e de seus editores.
Ana Silva
"Acredite em si próprio e chegará um dia em que os outros não terão outra escolha senão acreditar com você. Cynthia Kersey Bem, isso resume meu 2022 :)