Orquestra Ouro Preto reúne virtuoses para concerto em homenagem a Piazolla

Uma grande celebração deve sempre ter convidados especiais. Para exaltar o legado do compositor argentino Astor Piazzolla, um dos maiores nomes da música de todos os tempos, não se pode esperar nada menos que um time de notáveis no palco. E é tomada por essa reverência ao artista portenho que a Orquestra Ouro Preto sobe ao palco com o espetáculo, “Piazzolla 101”, no dia 12 de junho, às 11h, no Sesc Palladium. Nesta manhã dedicada ao tango em Belo Horizonte, a formação mineira terá a participação mais que especial de Rufo Herrera e Cármelo de los Santos, dois artistas que representam a excelência em seus instrumentos, o bandoneón e o violino, respectivamente.

Astor Piazzolla revolucionou a música popular portenha, introduzindo no tango elementos da música erudita e de outras escolas, como jazz, e a fez ecoar pelo mundo, tornando-se um dos maiores compositores de todos os tempos. O concerto celebra o centenário de nascimento do compositor argentino, completado em 2021, mas que não pôde ser experienciado em toda sua grandeza por conta da pandemia de Covid-19.

O sentimento que envolve “Piazzolla 101” é de exaltação a uma obra singular, que nos transporta para terras portenhas, com canções carregadas de drama e romantismo, como “Suíte del Angel”, “Escualo”, “Tzigane Tango”, “Libertango”, entre outras. O repertório, porém, reserva novidades com a estreia de quatro peças.

“Será um concerto especial, com obras sendo tocadas pela primeira vez pela Orquestra, encomendadas para o centenário de Piazzolla e que, devido a pandemia, só ganham a luz esse ano. Destaque para a participação final de Rufo Herrera, um patrimônio da música sul-americana”, afirma o maestro Rodrigo Toffolo.

O convite para abrilhantarem essa homenagem a Rufo Herrera e a Cármelo de los Santos não é ocasional. O primeiro, argentino radicado em Minas Gerais há quase 60 anos, é referência no bandoneón, mesmo instrumento no qual Piazzolla também demonstrava sua genialidade. Já o violinista Cármelo de los Santos se notabiliza desde muito jovem pelo virtuosismo ao violino e é hoje um dos mais requisitados solistas de importantes formações orquestrais ao redor do mundo.

Com toda a orquestra e dois solistas reunidos no palco, Piazzolla será celebrado à altura de sua contribuição para a música mundial. Garantia de um espetáculo marcado pela versatilidade e excelência, altas doses de romantismo e muito tango.

Série Domingos Clássicos

A Série Domingos Clássicos é realizada pelo Sesc em Minas e pelo Instituto Ouro Preto, através da Lei Federal de Incentivo à Cultura. Em cartaz desde 2015, a Série tem como objetivo democratizar o acesso à música e todos os seus concertos têm uma programação pautada na excelência e versatilidade como forma de inspirar e encantar o público de todas as idades e classes sociais.

 

Serviço:

Orquestra Ouro Preto apresenta “Piazzolla 101”, com Rufo Herrera e Cármelo de los Santos

Data: 12 de junho, domingo

Horário: 11 horas

Local: Grande Teatro do Sesc Palladium

Ingressos: https://bileto.sympla.com.br/event/73536/d/139990

Informações: www.orquestraouropreto.com.br

*Todos os artigos publicados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não expressam a linha editorial do portal e de seus editores.
Ana Silva
"Acredite em si próprio e chegará um dia em que os outros não terão outra escolha senão acreditar com você. Cynthia Kersey Bem, isso resume meu 2022 :)