“O quadro nacional é determinante para as eleições na Bahia”, diz Éden sobre pesquisa que aponta empate técnico entre Jerônimo e Neto

Ana Silva
Ana Silva
2 min. para leitura
“O quadro nacional é determinante para as eleições na Bahia”, diz Éden sobre pesquisa que aponta empate técnico entre Jerônimo e Neto

O presidente do Partido dos Trabalhadores da Bahia, Éden Valadares, comentou a pesquisa Genial/ Quaest, divulgada nesta quarta-feira, 23, que aponta empate técnico entre o candidato do PT ao Governo do Estado, Jerônimo Rodrigues, com apoio de Lula, e ACM Neto como pré-candidato independente por não ter anunciado preferência por nenhum presidenciável. No levantamento, Jerônimo tem 37% das intenções de voto, podendo chegar a 40%.

“Com ou sem candidato, ACM Neto não vai conseguir fugir do óbvio: o quadro nacional é determinante para as eleições na Bahia. Sempre foi. Por isso Jerônimo apresenta uma largada tão forte, já empatado tecnicamente. Pela vitalidade do nosso projeto, de Rui e Wagner, mas sobretudo pela força de Lula”, afirmou Éden.

O presidente do Diretório Estadual criticou o União Brasil, partido do ex-prefeito de Salvador, por ter acionado a justiça para suspender a divulgação da pesquisa anterior, do Instituto Opnus, em parceria com a Salvador FM, divulgada na segunda-feira, 21. “Quero ver o que a turma do DEM vai fazer agora. Não adianta censurar, entrar na Justiça, tapar o sol com a peneira. O nosso grupo é forte, o time de Lula, Rui, Otto e Wagner, e seguiremos com humildade construindo a caminhada da vitória com Jerônimo para o governo da Bahia”.

A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BA-06141/2022 e realizada entre os dias 16 e 19 de março.



*Todos os artigos publicados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não expressam a linha editorial do portal e de seus editores.

Compartilhe este artigo