Não obrigatoriedade de máscaras faz aumentar as visitas ao dentista

Ana Silva
Ana Silva
4 min. para leitura
Não obrigatoriedade de máscaras faz aumentar as visitas ao dentista

Depois de 679 dias de uso de máscara de proteção como medida para evitar a disseminação do novo coronavírus, o governo de São Paulo decretou, em 17 de março, a não obrigatoriedade do item em ambientes fechados. Um dos impactos desta medida reflete no aumento expressivo da procura por tratamentos odontológicos. O crescimento, que chega a 35%, contempla não apenas as necessidades de manutenção da saúde bucal, como também os procedimentos estéticos e ortodônticos.

O decreto estadual da não obrigatoriedade do uso de máscaras em locais fechados considerou o aumento da cobertura vacinal e a queda nos casos de internação e morte por Covid-19. Com o sorriso mais exposto nas atividades do dia a dia, a procura por tratamentos vem movimentando as agendas dos dentistas de forma significativa. “A retirada das máscaras no trabalho presencial, por exemplo, é uma das situações que têm levado o paciente ao consultório”, afirma Roberta Held, cirurgiã-dentista que desde 2018 é Invisalign TOP Doctor, com especialidade em alinhadores estéticos.

A especialista observa que dentes bem cuidados, mesmo em tempo de pandemia, são uma preocupação de grande parte da população. “Agora, com maior exposição do sorriso pela retirada das máscaras, os cuidados envolvem uma série de procedimentos, a começar pela profilaxia, ou limpeza profunda da dentição”, diz.

Neste período “pós-máscara”, afirma Roberta Held, a procura por tratamentos que visam à manutenção da saúde bucal é expressiva. “Nesta linha, podemos destacar a produção e o ajuste de próteses, assim como os implantes”, enumera. “Para estas e outras necessidades, temos hoje o Fluxo Digital, um conjunto de recursos tecnológicos para tornar o trabalho do dentista ainda mais eficiente”, diz. No caso das próteses, a especialista destaca a utilização de softwares que permitem, por exemplo, simular movimentos bucais e a mordida do usuário.

Como recurso estético, o clareamento dental contribui para elevar a autoestima dos pacientes e também a estatística da procura aos consultórios. “Ainda mais uma vez é preciso ressaltar que o dentista é o profissional apto a realizar este procedimento com toda a segurança necessária e técnicas aplicadas à necessidade de cada paciente”, informa.

Além dos cuidados com a saúde bucal, o planejamento ortodôntico tem feito aumentar a frequência dos pacientes na cadeira do dentista. “Também na ortodontia, nos valemos do Fluxo Digital para prever todas as etapas do tratamento, a começar pela ‘documentação’ exigida pelo especialista”, diz. “Falando ainda em tecnologia, atualmente o paciente conta com recursos para alinhamentos dentários, a exemplo do Invisalign, que expõem o sorriso, e não um aparelho ortodôntico.”

Com ou sem máscaras de proteção, a especialista observa que os cuidados e os tratamentos dentários não devem ser deixados para depois. “O sorriso, sem dúvida, é um cartão de visita em todas as atividades que realizamos na vida e a saúde bucal é o fundamento para o nosso bem-estar como um todo”, finaliza Roberta Held.



*Todos os artigos publicados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não expressam a linha editorial do portal e de seus editores.

Compartilhe este artigo
Por Ana Silva
Seguir:
"Acredite em si próprio e chegará um dia em que os outros não terão outra escolha senão acreditar com você. Cynthia Kersey Bem, isso resume meu 2022 :)