Mostrando versatilidade, Rayne joga de volante e contribui para a classificação do Manaus no Barezão

Ana Silva
Ana Silva
2 min. para leitura
Mostrando versatilidade, Rayne joga de volante e contribui para a classificação do Manaus no Barezão

A primeira partida como titular de Rayne com a camisa do Manaus foi com emoção até o fim. Contratado junto ao Paraná, o defensor havia feito sua estreia no primeiro jogo das quartas de final do estadual contra o Manauara, mas foi no jogo da volta, no empate por 1×1 no último domingo (20), que o zagueiro atuou pela primeira vez durante os noventa minutos.

“Foi um jogo bastante difícil. Tínhamos a vantagem dos dois resultados iguais pela campanha na primeira fase, mas conseguimos o empate apenas nos últimos minutos. O grupo está de parabéns pela classificação e por ter a paciência necessária para buscarmos o gol do empate”, avaliou Rayne.

Zagueiro de origem, o jogador atuou nas duas partidas como volante, o que não chega a ser uma novidade na carreira do atleta.

“Já atuei em muitos jogos como volante, inclusive o pessoal do Manaus me observou em alguns jogos que estava nessa posição. Eu estou à disposição da comissão técnica para jogar onde eles acharem melhor. Quero ajudar o Manaus, independentemente da posição”, destacou.

Na semifinal, o Gavião do Norte irá enfrentar o Nacional, na próxima quarta-feira (23), às 15h30, na Arena Amazônia. Já o jogo da volta será disputado no sábado (26), também às 15h30, no estádio Ismael Benigno. Neste confronto, a vantagem por dois resultados iguais será do Leão da Vila Municipal.



*Todos os artigos publicados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não expressam a linha editorial do portal e de seus editores.

Compartilhe este artigo