Marcela Giantomassi analisa ano e revela principais metas para 2021

Angelo Peterson
Angelo Peterson
3 min. para leitura
Marcela Giantomassi analisa ano e revela principais metas para 2021

Marcela Giantomassi nasceu em São Paulo, mas foi Goiânia, Goiás, a cidade que escolheu para chamar de lar. Radicada no estado, a lutadora que foi graduada à faixa-preta em 2021, tem se tornado cada vez mais uma referência na região quando o assunto é Jiu-Jitsu feminino. No último dia 12 de dezembro inclusive, a lutadora ministrou um aulão exclusivo para mulheres na Academia Premium, em Goiânia, o evento contou ainda com a presença de Sarah Frota, ex-atleta do UFC.

A lutadora que assim como todos os atletas ficou impedida de competir devido às restrições para conter o novo coronavírus ainda não conseguiu retomar o ritmo de competições. Marcela analisou a sua temporada e revelou o quanto as lesões a atrapalharam e adiaram o seu retorno aos tatames:

— Esse ano foi o primeiro ano que não fiz uma competição de luta depois de 9 anos, acabei focando no meu trabalho e na recuperação de algumas pequenas lesões — declarou Marcela Giantomassi.

Apenas na arte suave, Marcela soma inúmeras conquistas como os ouros do Rio Summer de 2016 e do Campeonato Brasileiro da CBJJ, evento no qual venceu por três anos seguidos (2016, 2017 e 2018), já nas artes marciais mistas, a lutadora protagonizou 6 combates, 3 deles no Shooto Brasil, organização de renome, e 1 deles no Cage Fury, organização norte-americana.

Questionada sobre o seu retorno aos tatames e ao octógono, a lutadora revelou o grande sonho no Jiu-Jitsu, e que deseja fazer ao menos uma luta antes de abandonar as luvas nas artes marciais mistas:

— 2022 é a minha meta, ser campeã na minha categoria no mundial e brasileira de Jiu-Jitsu como faixa preta. Sobre lutar MMA, talvez ainda faça uma última luta, mas com certeza no boxe e no Jiu-Jitsu vocês ainda vão me ver muito em ação — finalizou a atleta.

Representante da Nova União, Marcela soma 17 mil seguidores nas redes sociais, a lutadora também vem ganhando cada vez mais público, mostrando os seus treinos, a lutadora é fonte de inspiração para mulheres que pretendem iniciar nas artes marciais.



*Todos os artigos publicados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não expressam a linha editorial do portal e de seus editores.

Compartilhe este artigo