Leon Ogro espera nocautear ex-UFC para abrir portas no MMA internacional

Ana Silva
Ana Silva
3 min. para leitura
Leon Ogro espera nocautear ex-UFC para abrir portas no MMA internacional

Leon Soares de Deus ou apenas “Ogro” como é conhecido no cenário do MMA é um meio-pesado brasileiro que vem buscando cada vez mais o seu espaço entre os grandes atletas da modalidade. Aos 28 anos, o lutador que vem de uma grande vitória sobre Rodrigo “Buga” no Brazilian Fighting Series, terá a chance de brilhar no evento novamente quando enfrenta Thiago Bodão em maio. Questionado sobre o que sabe do rival, Leon revelou inspiração no próximo adversário:

— Sei tudo sobre ele, pois estudo ele desde o começo de sua carreira, sou um grande fã. Ele foi uma das minhas inspirações para começar a lutar — declarou o atleta.

O duelo entre Leon Ogro e Thiago Bodão será um dos principais da edição do BFS que acontece no dia 29 de maio na cidade de São Paulo. Com passagem pelo TUF Brasil e o UFC, Thiago Bodão foi um dos participantes de destaques da primeira edição do programa. Apesar do respeito ao rival, Leon garante que está preparado para esse desafio, além de prometer nocautear o rival no confronto

— Minha expectativa para enfrentar o Thiago Bodão é fazer uma luta franca, e em pé, se ele abrir brechas, vou nocautear ele no segundo round — declarou Leon.

Somando 7 vitórias e apenas 2 derrotas na carreira, Leon Soares surge como um dos grandes destaques no país na divisão dos meio-pesados. Com passagem pelo Future MMA e o evento russo OPEN FC, Leon espera vencer para chamar atenção de grandes eventos do MMA internacional. Preparado como nunca, Leon espera agarrar essa chance e voltar a despontar como uma das grandes promessas do país:

 — Ganhando dele, acredito que vão se abrir várias portas, pois estarei vencendo um ex-atleta do UFC, será só o início da minha carreira como lutador de alto nível — declarou o atleta.

Natural da cidade de Nerópolis, Goiás, o atleta tem como seu carro-chefe a trocação de alto nível, já que de suas 7 vitórias, 5 foram por nocaute ou nocaute técnico na carreira.



*Todos os artigos publicados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não expressam a linha editorial do portal e de seus editores.

Compartilhe este artigo