JLO “Vai ocorrer sim alternância de poder em Angola”

Mido dos Santos
Mido dos Santos
3 min. para leitura
JLO "Vai ocorrer sim alternância de poder em Angola"

O Candidato do MPLA a Presidente da República de Angola, João Manuel Gonçalves Lourenço, garantiu neste sábado (30), na província do Bié (Cuito), na Praça de Solidariedade, que haverá alternância de poder em 24 de Agosto, reabilitação de estradas entre os municípios do Andulo e Mussende, que liga as províncias do Bié e do Cuanza Sul.

No âmbito da campanha, João Lourenço considerou que a via à reabilitar pode facilitar a ligação entre o Bié e outras províncias do litoral do país.

Durante o discurso, João Lourenço citou os projetos já feito, as que estão sendo feitas e as que ainda estão por se fazer, como exemplo, citou a “Universidade do Cuanza” por si inaugurada, que apesar de ser privada, vai servir a província, a Central Térmica do Cuito e o Hospital Walter Strangway.

No seu discurso João Lourenço anunciou o alargamento do Caminho de ferro de Benguela, beneficiando melhor ainda a província e uma Escola Superior Pedagógica, Instituto Superior Politécnico, Electrificação em toda província e Aumentar a produção de arroz e trigo no Bié.

O líder dos camaradas reconheceu que 80% do trigo usado para produzir pão é importado, mas que no próximo mandato terá de se reduzir essa percentagem e fazer a ligação entre Cuito e Luau, está ligação terá uma estrada pararela ao Caminho de ferro de Benguela, já tem uma empresa contratada.

Lourenço disse ainda que, a província do Bié é uma província com grande potencial agrícola, para melhor aproveitamento, as pontes que foram destruídas (pela guerra) vão ser reconstruídas como estão sendo reconstruídas as outras.

Sobre alternância de poder em Angola, João Lourenço avança que, há um dos concorrentes que já se está a dar por vencido antecipadamente, já está atirar a toalha ao chão. De manhã e a noite só falam de fraude. São derrotados antecipados. Eles próprios é que se colocam nessa condição.

“Eles dizem que chegou o momento da alternância do poder. Mas como é que vão falar de alternância se eles próprios já se dão por vencidos, é um paradoxo, o raciocínio de certos políticos, que não é lógico, a alternância é no MPLA e, vai haver alternância de poder sim em Angola” rematou.

Por: Mido dos Santos | Correspondente Internacional.



*Todos os artigos publicados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não expressam a linha editorial do portal e de seus editores.

Compartilhe este artigo