História de Salvador será contada pela ótica indígena na TV Bahia

Ana Silva
Ana Silva
2 min. para leitura
História de Salvador será contada pela ótica indígena na TV Bahia

A capital baiana chega aos seus 473 anos no próximo dia 29 de março e muito dos usos e costumes soteropolitanos tem origem indígena. Para entender toda a contribuição desse povo nativo, a TV Bahia apresenta nos dias 26 de março e 02 de abril, após o Jornal Hoje, a terceira temporada do especial “Uma História Chamada Salvador”.    

Depois de abordar a história da capital baiana pelas óticas portuguesa e africana, em 2019 e 2020, os episódios deste ano vão mostrar uma Salvador com raízes nas contribuições dos habitantes que viviam no continente, antes da chegada dos portugueses. Escavações arqueológicas trazem à tona mais que artefatos, revelando a estreita e profunda convivência entre colonizadores e indígenas. 

De acordo com o Diretor de Conteúdo da Rede Bahia, Eurico Meira da Costa, “a proposta de contar a história de Salvador a partir dos seus povos originários nasceu há três anos e, agora, vamos encerrar esse ciclo dando luz às contribuições indígenas. Conseguimos unir historiadores, antropólogos e jesuítas para falar de inúmeras curiosidades que estão bem perto de nós e nem imaginamos sua origem histórica”.

Nesta terceira temporada, será possível compreender a herança que moldou o jeito de falar e de ser do baiano. Um sítio arqueológico parcialmente explorado e esquecido está em um dos bairros mais populares de Salvador, sendo que entre os itens que contam a história dos soteropolitanos e serão apresentados no especial, estão assadores, urnas funerárias, utensílios e armas de centenas de anos.

“As curiosidades presentes nestes episódios são diversas. Destaco uma pesquisa inédita feita com o DNA de 40 mil brasileiros que contará parte da história da colonização e do nosso povo. O resultado é surpreendente”, afirma o Diretor de Conteúdo da Rede, Eurico Meira da Costa.

Uma História Chamada Salvador tem a direção de Ana Luiza Carvalho, reportagem de Mauro Anchieta e imagens de German Maldonado, Clériston Santana e Jefté Souza. A edição é de Melissa Tavares e Douglas Oliveira. 



*Todos os artigos publicados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não expressam a linha editorial do portal e de seus editores.

Compartilhe este artigo
Por Ana Silva
Seguir:
"Acredite em si próprio e chegará um dia em que os outros não terão outra escolha senão acreditar com você. Cynthia Kersey Bem, isso resume meu 2022 :)