Hemocentro da Unicamp e Instituto Böllhoff incentivam doação de medula óssea no combate ao câncer infantojuvenil

Ana Silva
Ana Silva
4 min. para leitura
Hemocentro da Unicamp e Instituto Böllhoff incentivam doação de medula óssea no combate ao câncer infantojuvenil

Fevereiro é marcado pelo Dia Internacional do Câncer na Infância (15/2). De acordo com a OMS (Organização Mundial da Saúde), a cada ano, cerca de 400.000 crianças e adolescentes de 0 a 19 anos desenvolvem câncer.

Com o apoio do Hemocentro da Unicamp, o Instituto Böllhoff de Medula que é uma associação civil sem fins lucrativos – fundado por Michael Böllhoff (acionista do Grupo Böllhoff) e sua esposa Megan Böllhoff -, produziu um vídeo para reforçar a importância da doação de medula óssea no combate ao câncer infantojuvenil e salvar vidas. Com uma linguagem simples e didática, o vídeo esclarece o que é a medula óssea, os requisitos para ser um doador, tipos de coleta, como e quando pode acontecer o transplante de medula óssea para o receptor (paciente). O vídeo pode ser assistido no site do Instituto Böllhoff de Medula ou neste link.

“É uma honra para o Instituto Böllhoff contar com o apoio do Hemocentro da Unicamp para incentivar a doação de medula óssea e ampliar a conscientização sobre a importância do diagnóstico precoce no combate ao câncer infantojuvenil”, diz Flávio Silva, Diretor Presidente do Instituto Böllhoff de Medula Óssea e CEO da Böllhoff Brasil. “Ao ser um doador de medula óssea, é possível salvar uma vida em vida”, destaca.

“A parceria com o Instituto Böllhoff de Medula é um exemplo de união de esforços para aumentar o número de doadores de medula óssea e, especialmente, as chances de salvar vidas de crianças e adolescentes com diagnóstico de câncer”, comenta o Dr. Bruno Benites, Coordenador da Divisão de Hemoterapia do Hemocentro da Unicamp. “Este vídeo ajuda a conscientizar as pessoas sobre o baixo risco de ser um doador de medula óssea e os elevados benefícios do transplante de medula compatível para o receptor”, completa.

Como ser um doador

Para ser um doador de medula óssea, como pré-requisito é preciso ter idade entre 18 e 35 anos, além de uma boa saúde. O cadastramento é feito através de uma coleta sanguínea que determina o HLA (sigla da nomenclatura em inglês Human Leucocyte Antigen), ou seja, o antígeno leucocitário humano. Os dados do doador ficam, então, armazenados no REDOME – Registo Nacional de Doadores de Medula Óssea e caso seja identificada uma compatibilidade perfeita para o transplante de medula ao receptor (paciente), o doador é contatado.

Assim, para quem estiver interessado em ser um possível doador de medula óssea, é importante comparecer a um hemocentro para realizar o cadastro e coletar o exame de HLA. Os locais para cadastramento podem ser obtidos através do site do REDOME: redome.inca.gov.br.

 

Importância do diagnóstico precoce para combater o câncer infantojuvenil

O Instituto Böllhoff de Medula alerta que o diagnóstico precoce da doença pode ajudar a melhorar a chance de cura, de sobrevida e de qualidade de vida para muitos pacientes.

É importante que os pais e responsáveis por crianças e adolescentes estejam atentos aos sintomas que possam sinalizar o câncer infantojuvenil e, diante de qualquer um deles, procurar por atendimento médico. Alguns desses sinais podem ser: dores nos ossos e nos membros, com ou sem inchaço; vômitos, dor de cabeça, alterações motoras ou paralisia de nervos; manchas roxas, sangramento pelo corpo sem machucado; aumento de volume ou surgimento de massa, especialmente no abdômen; palidez inexplicada; febre prolongada de causa não identificada; e cansaço excessivo e sem explicação. Atualmente há instituições de saúde com profissionais especializados nas áreas de nutrição, psicologia, fisioterapia e assistência social, para o tratamento adequado aos pacientes. Isto somado a uma infraestrutura com laboratório, farmácia hospitalar e enfermeiros treinados para o atendimento.

 



*Todos os artigos publicados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não expressam a linha editorial do portal e de seus editores.

Compartilhe este artigo
Por Ana Silva
Seguir:
"Acredite em si próprio e chegará um dia em que os outros não terão outra escolha senão acreditar com você. Cynthia Kersey Bem, isso resume meu 2022 :)