Famosos que foram ostomizados e pouca gente sabe

Ana Silva
Ana Silva
3 min. para leitura
Famosos que foram ostomizados e pouca gente sabe

Ana Maria Braga, a influenciadora Lorena Eltz e recentemente o ator Luciano Szafir compartilharam os procedimentos médicos que culminaram em uma ostomia, intervenção cirúrgica que faz uma abertura na região do abdômen para a saída de fezes ou urina e também auxilia na respiração ou na alimentação.

A estimativa é que 120 mil brasileiros já convivem com uma ostomia e cerca de 15 mil passam pelo procedimento todo ano. As causas são inúmeras, desde motivadas pelas consequências da Covid-19, como câncer de cólon, acidentes com perfurações abdominais, lesões no reto, doença de Crohn, entre outras. Luciano Szafir passou pelo procedimento após ter Covid-19 e passar por 32 dias de internação, intubação e duas cirurgias. Já Ana Maria fez a ostomia após uma cirurgia na vesícula e utilizou a bolsa coletora por um curto período de tempo.

No caso de Ana Maria Braga e Luciano Szafir a condição foi temporária, mas em muitos casos é um procedimento para o resto da vida. É o caso da influenciadora Lorena Eltz, que expõe no Instagram a rotina com a  bolsa de ileostomia (a dela é localizada no íleo – parte do intestino delgado, e não o cólon, mais comum), contribuindo para desmistificar o tema.

A rotina com a bolsa de ostomia

Ainda é um tabu falar sobre o procedimento que garante a comunicação entre órgãos internos e o meio externo no processo de expelir fezes, urina e secreções que ficam em uma bolsa coletora.  A vida com a bolsa de ostomia exige alguns cuidados especiais, como a administração da higiene e, principalmente, os fatores psicológicos da adaptação a ostomização.

“O mercado possui poucos produtos à disposição dos ostomizados e por isso investimos no desenvolvimento do Gelificador. Ele está revolucionando a vida dos pacientes”, conta Thiago Moreschi, sócio-diretor da Vuelo Pharma, um dos principais players do mercado de saúde e bem-estar.

Batizado de Gelificador, o produto da paranaense Vuelo Pharma solidifica as fezes armazenadas pela bolsa de ostomia, facilitando a limpeza e evitando vazamentos, além de ter essência de lavanda, o que evita o mau cheiro. O produto é fácil de usar, basta colocar uma cápsula no interior da bolsa coletora e substituir a cada troca.

“O Gelificador facilita os cuidados com a bolsa e dá mais autonomia na hora da higiene. E a essência de lavanda contribui para o bem-estar”, destaca Moreschi. O Gelificador já está disponível no mercado com venda diretamente no site da Vuelo Pharma ou em market places.



*Todos os artigos publicados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não expressam a linha editorial do portal e de seus editores.

Compartilhe este artigo