Encenação da Paixão de Cristo na Itinga manteve a tradição e encantou o público de Lauro de Freitas

Eram pouco mais de 19h desta sexta-feira (16), dia santo para os católicos, quando  “O Drama da Paixão de Cristo, o sentido da vida”, começou a ser encenado em um palco montado na Igreja Santa Catarina de Sena, no Bairro da Itinga. O público, que lotou o local para assistir ao espetáculo, acompanhou atento a todas as cenas protagonizadas por atores e atrizes do grupo teatral católico Art In Cristo. Após este primeiro momento, finalizado com a prisão de Jesus pelos soldados romanos, a encenação ganhou as ruas do bairro.

Após percorrer parte da Rua Nossa Senhora Aparecida, com a representação de Jesus ensangüentado, carregando a cruz enquanto era açoitado pelos soldados, a encenação é realizada em mais dois palcos montados na rua, onde foram representados o julgamento de Jesus e sua condenação. As cenas emocionaram Marília Lima, de 23 anos.  “É como se eu estivesse vivendo aquele sofrimento, tudo que ele viveu, é tocante demais, a gente se emociona bastante, como se tudo isso estivesse acontecendo aqui de verdade”, relatou.

Encenação da Paixão de Cristo na Itinga manteve a tradição e encantou o público de Lauro de Freitas

A encenação, que conta com o apoio da Prefeitura de Lauro De Freitas, é uma das manifestações religiosas que marcam a passagem da Semana Santa no município. O formato itinerante escolhido pelo Grupo Art In Cristo, fundado em 2008 e dirigido por Deninho Santos, encantou Marcos Vinicius, que levou toda a família para assistir à apresentação. Para ele, o teatro na rua torna a história ainda mais emocionante e acaba funcionando como um convite para a união de todos independente da religião de cada um.

“É importante trazer para a rua porque leva para toda a comunidade a vivência desse momento histórico e marcante para a humanidade. Vendo as pessoas em suas casas e na rua observando, faz com que a gente relembre este momento, mesmo para quem não é religioso. Para toda a humanidade é um ato de amor, e quando traz assim, para nossa realidade, fazendo as pessoas imaginarem que isso está mesmo acontecendo, emociona todo mundo, mesmo quem não é católico” declarou Marcos Vinicius.

Após passar por toda a Rua Nossa Senhora Aparecida, a apresentação foi encerrada com a crucificação e ressurreição de Jesus Cristo na Praça José Ramos, sob os aplausos entusiasmados do público. Nesta sexta-feira (16), a encenação da paixão de Cristo também foi realizada por outro grupo de teatro, na Praça da Matriz, Centro da cidade, que também contou com o apoio da Prefeitura, que teve sua importância destacada pelo secretário municipal de cultura, André Pereira.

“É muito importante para a gente poder, principalmente neste momento de retomada, fazer esse apoio, com a sensibilidade que a gestão municipal tem em fortalecer todas as manifestações culturais. Essa modalidade teatral a céu aberto, com a apresentação avançando pela rua, envolve muito mais as pessoas. A gente vê aqui as crianças chorando, as pessoas se emocionando, em um momento de muita paz, onde a gente tem que relembrar o amor. Esse também é o nosso papel e vamos seguir fazendo ainda mais pela cultura”, ressaltou o secretário.

Jornalista: Rodrigo Castro

Foto: Wandaick Costa

*Todos os artigos publicados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não expressam a linha editorial do portal e de seus editores.
Ana Silva
"Acredite em si próprio e chegará um dia em que os outros não terão outra escolha senão acreditar com você. Cynthia Kersey Bem, isso resume meu 2022 :)