Elismar Carrasco enfrenta russo no ACA 136: “Serei mais agressivo do que o normal”

Ana Silva
Ana Silva
4 min. para leitura
Elismar Carrasco enfrenta russo no ACA 136: “Serei mais agressivo do que o normal”

Um dos grandes destaques do MMA nacional nos últimos anos, Elismar foi contratado em 2021 para representar o Brasil no palco do ACA MMA após ganhar destaque no também russo Open FC. Após nocautear Viktor Kolesnik e assinar contrato com um dos maiores eventos do MMA europeu, o lutador emplacou 4 duelos na organização em 2020. Somando 3 derrotas em 4 lutas, o atleta sofreu com derrotas controversas no evento, todas decididas pelos árbitros laterais. Confiante em um novo capítulo em 2022, o atleta promete cravar o seu nome na história do ACA MMA:

— Vamos dar a volta por cima, vamos mudar esse jogo, falei uma vez e repito ainda vão lembrar do meu nome nesse evento — declarou o atleta goiano de 33 anos.

Elismar estreou no palco do ACA MMA contra Levan Makashvili na edição de número 122 da organização. Apesar da derrota, o goiano deixou uma boa impressão e logo foi chamado para retornar ao palco do evento. A primeira vitória de Elismar aconteceu em sua terceira apresentação na Rússia, o atleta não tomou conhecimento de Bekhruz Zurugov e aplicou um nocaute brutal no terceiro round do confronto. Vindo de mais um revés, dessa vez no ACA 133, quando perdeu por decisão dividida, o goiano promete um verdadeiro show no evento, já que retorna a organização para enfrentar Tural Ragimov no dia 26 de fevereiro, em Moscow:

— Agora a estratégia será o jeito “Carrasco” de lutar, show garantido como sempre, não é à toa que estou sendo um striker reconhecido na Rússia mesmo com as derrotas, mas a vitória vai vir — afirmou o atleta.

No cartel como profissional nas artes marciais mistas, o atleta ostenta 24 vitórias em 36 duelos disputados. Agressivo no cage, Elismar soma a incrível marca de 18 vitórias por via rápida, 14 por nocaute ou nocaute técnico, e 4 por finalização. Adversário do brasileiro na categoria dos penas, Ragimov é conhecido como o “Iron Man” e acumula 7 vitórias e 5 derrotas no palco da organização. Questionado sobre o seu futuro no evento, Carrasco garante que irá voltar ainda mais forte para ir em busca da vitória para o Brasil:

— Podem esperar uma reviravolta na minha história nesse evento, os russos são caras bons, duros, mais ainda são humanos, então eu posso sim vencê-los, serei mais agressivo do que o normal, não vou deixar nas mãos dos juízes, 2022 é ano de benção é ano de buscar o bônus! — finalizou o lutador

Campeão peso-pena do Future MMA no ano de 2020, Carrasco espera retomar o caminho das vitórias e ir em busca do cinturão do ACA MMA. Além de Elismar, Irwing King Kong e Diego Brandão são outros atletas que vão representar a bandeira do Brasil no evento que acontece no dia 26 de fevereiro.



*Todos os artigos publicados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não expressam a linha editorial do portal e de seus editores.

Compartilhe este artigo
Por Ana Silva
Seguir:
"Acredite em si próprio e chegará um dia em que os outros não terão outra escolha senão acreditar com você. Cynthia Kersey Bem, isso resume meu 2022 :)