Dupla da MSL Rally supera etapa complicada no SARR 2022

Ana Silva
Ana Silva
5 min. para leitura
Dupla da MSL Rally supera etapa complicada no SARR 2022

A caravana do South American Rally Race (SARR 2022), na Argentina, viveu uma quarta-feira (23) complicada na sexta etapa da competição. Depois do cancelamento das especiais da quinta etapa pela chuva, a organização resolveu levar adiante a disputa cronometrada no percurso entre 25 de Mayo e Villa Regina.

Nos UTVs, uma das especiais do dia foi cancelada. Nas demais, pilotos e navegadores tiveram de lidar com uma tempestade que, além de enlamear os caminhos atravessados, trouxe também o frio. Condições que fizeram alguns competidores terminarem o dia com princípio de hipotermia. Um cenário bastante diferente na primeira metade do rally, quando areia, dunas, leitos de rios secos e pedras desafiaram os participantes em meio a belos visuais.

Para Gunter Hinkelmann e Deco Muniz (Can-Am X3), sobrevivência foi a palavra de ordem. Num dia de condições bastante hostis, o desafio para a dupla da MSL Rally foi conseguir terminar a etapa. O que foi alcançado, na 15ª posição. O prazer dos primeiros dias da primeira experiência internacional de ambos deu lugar à decepção.

“Um rally tem que ser difícil, desafiador, mas sem exagero. Chega um ponto em que a segurança e a saúde dos competidores têm que ser prioridade. A visibilidade era nula, andamos no meio de um dilúvio com o road book encharcado sem conseguir avançar muito por causa da lama. E não só nós ficamos chateados com a decisão de seguir adiante, é um sentimento geral aqui. Esse tipo de condição não testa nada dos pilotos e navegadores, vira um exercício de sobrevivência em que é muito fácil ter problemas. Esperamos que daqui até Viedma volte a ser o SARR da primeira semana”, resumiu Deco.

Nesta quinta-feira (24) a caravana continua a se distanciar das montanhas andinas do Sudoeste argentino em direção ao litoral. A sétima etapa levará a prova de Villa Regina a General Conesa, com 400 quilômetros, sendo 270 cronometrados. Para os UTVs e carros um desafio a mais, já que é a primeira perna da Maratona. Ao fim do dia e antes da largada de sexta, apenas os próprios competidores podem fazer a manutenção de seus veículos.

SARR 2022
Sexta etapa: 25 de Mayo a Villa Regina

UTV
1. Nicolas Zingoni / Fernando Acosta (ARG/Can-Am X3)     4h36min24
2. Nicolas Cavigliasso / Valentina Pertegarini (ARG/Polaris RZR Pro) 4h43min59
3.  Rodrigo Luppi / Maykel Justo (BRA/ Can-Am X3) 4h53min26
4. Jeremias Ferioli / Gonzalo Rinaldi (ARG/Can-Am X3)    4h59min59
15. Gunter Hinkelmann / Deco Muniz (BRA/Can-Am X3) 5h33min54

(*) resultados extra-oficiais

Roteiro
Percurso total: 3.860 quilômetros
Percurso cronometrado: 2.520 quilômetros

17 de fevereiro – 1ª etapa
La Rioja – Chilecito
390 quilômetros (250 quilômetros de trecho cronometrado)

18 de fevereiro – 2ª etapa
Chilecito – San Juan
568 quilômetros (335 quilômetros de trecho cronometrado)

19 de fevereiro – 3ª etapa
San Juan – Tunuyan
640 quilômetros (372 quilômetros de trecho cronometrado)

20 de fevereiro – 4ª etapa
Tunuyan – Alvear
430 quilômetros (300 quilômetros de trecho cronometrado)

21 de fevereiro – Dia de descanso
Alvear (Mendoza)

22 de fevereiro – 5ª etapa
Alvear – 25 de mayo
550 quilômetros (320 quilômetros de trecho cronometrado CANCELADO)

23 de fevereiro – 6ª etapa
25 de Mayo – Villa Regina
430 quilômetros (300 quilômetros de trecho cronometrado)

24 de fevereiro – 7ª etapa
Villa Regina – Gral Conesa
400 quilômetros (270 quilômetros de trecho cronometrado)

25 de fevereiro – 8ª etapa
Gral Conesa – Viedma
350 quilômetros (230 quilômetros de trecho cronometrado)

26 de fevereiro – 9ª etapa
Viedma – Viedma
300 quilômetros (200 quilômetros de trecho cronometrado)

A MSL Rally representa a MSL Corporate. Para saber mais acesse www.mslcorporate.com. Conta com apoio de Sparco e Motul



*Todos os artigos publicados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não expressam a linha editorial do portal e de seus editores.

Compartilhe este artigo