Dia Nacional da Visibilidade Trans/Travesti faz 18 anos no próximo dia 29

Ana Silva
Ana Silva
2 min. para leitura
Dia Nacional da Visibilidade Trans/Travesti faz 18 anos no próximo dia 29

Neste ano, o Dia Nacional da Visibilidade Trans/Travesti atinge a maioridade, já que há 18 anos o dia 29 de janeiro passou a ser celebrado para ressaltar a importância das demandas da comunidade trans/travestis, como a luta pela garantia de direitos básicos, do reconhecimento e da valorização.

Para comemorar, a @blogueiratrans, Dri Maria, que também chegou à maioridade, conta sobre como conseguiu tornar sua história pública aos 21 anos, depois de um longo processo na transição de gênero. Há um ano, ela ficou conhecida nas redes sociais após o vídeo em que explica a diferença entre trans e travestis viralizar. Hoje, Dri Maria está com mais de 42 mil seguidores e faz conteúdos educativos com humor, ironia e sarcasmo sobre moda, beleza, cabelos, pluralidade e diversidade, além de falar sobre arte, como viver melhor sendo trans, assim como defende as causas LGBTQIA+.

Ela explica que a sigla abrange pessoas Lésbicas, Gays, Bi, Trans/Travestis, Queer, Intersexo, Assexuais/Agênero e mais. Segundo Dri, muitos ainda confundem os termos e diz, inclusive, que sente falta do apoio das outras comunidades que compõem a sigla neste mês em que a visibilidade trans/travestis deveria ser mais discutida.

“Infelizmente, a causa trans só aparece na mídia nacional com tragédias ou estereótipos. Na prática, em um ano, por exemplo, pouca coisa mudou. Pessoas trans e travestis continuam sendo agredidas e até assassinadas. Com a entrada da Linn da Quebrada no BBB pode ser que consigamos mostrar mais sobre a importância da nossa causa”, diz.

Para Dri Maria a verdadeira mudança só ocorrerá quando a luta das minorias for ‘comprada’ pelas maiorias. Ela se diz privilegiada por ter conseguido estudar, cursar uma faculdade federal, ter saído da casa dos pais sem ser expulsa e ter certa ‘voz’ na sociedade. “A maioria não consegue tudo o que consegui. Sou privilegiada, sim”, diz.



*Todos os artigos publicados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não expressam a linha editorial do portal e de seus editores.

MARCADO: ,
Compartilhe este artigo