Dia Nacional da Mamografia: entenda a importância do exame para diagnóstico precoce do câncer de mama

Ana Silva
Ana Silva
3 min. para leitura
Dia Nacional da Mamografia: entenda a importância do exame para diagnóstico precoce do câncer de mama

O câncer de mama é o tipo que mais afeta as mulheres brasileiras. Um levantamento do Instituto Nacional do Câncer (Inca), mostrou que, em 2020, 49.692 casos de câncer de mama foram identificados. Já em 2021, até o mês de agosto,  mais de 108,8 mil pacientes passaram por tratamentos da doença.

O Dia Nacional da Mamografia, considerado como dia 5 de fevereiro, tem o objetivo de sensibilizar mulheres sobre a importância de realizar a mamografia.

A mamografia é uma radiografia das mamas feita por um equipamento de raios X, o mamógrafo, capaz de identificar alterações suspeitas nas mamas. O exame não evita o surgimento do tumor, mas é eficiente para detectar o câncer de mama ainda não-palpável clinicamente, com menos de 1cm, que apresenta um bom índice de recuperação, se tratado adequadamente.

Segundo a Sociedade Brasileira de Mastologia (SBM), as populações que contam com acesso à mamografia preventiva periódica, têm o número de mortes pelo câncer de mama diminuído de 15% a 45%.

Com isso, notamos a importância do diagnóstico precoce, que fornece ao paciente maior chance de cura e aumento da sobrevida, pois possibilita a intervenção antes do desenvolvimento do câncer ou em suas fases iniciais, quando o tratamento é mais efetivo.

Como aliados, as mulheres podem contar com alguns métodos de prevenção como:

  • Comer alimentos que contenham vitamina A e reduzir as gorduras;
  • Manter o peso corporal adequado e uma rotina de alimentação saudável;
  • Praticar atividades físicas;
  • Reduzir o consumo de bebidas alcoólicas;
  • Só tomar hormônios com acompanhamento médico;
  • Realizar o autoexame mensal, que ajuda na identificação de tumores maiores;
  • Pedir orientação médica, caso tenha ocorrência de câncer de mama na família;
  • Realizar testes genéticos, que identificam a predisposição genética ao câncer de mama, como o meuDNA Saúde, que identifica possíveis variantes que podem aumentar o risco ao desenvolvimento de doenças. Com ele, é possível pensar em formas de melhorar a saúde, antes mesmo de a doença se desenvolver.

É desejável que os cuidados com a saúde façam parte da rotina. Anualmente, as mulheres devem realizar a mamografia e sempre seguir as formas de prevenção e detecção precoce.



*Todos os artigos publicados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não expressam a linha editorial do portal e de seus editores.

Compartilhe este artigo
Por Ana Silva
Seguir:
"Acredite em si próprio e chegará um dia em que os outros não terão outra escolha senão acreditar com você. Cynthia Kersey Bem, isso resume meu 2022 :)