Conheça a obra "Alguém viu meu boné?", livro de ilustrações de Adalberto Cornavaca

“E o vento levou… o boné de Tomé. Quantas aventuras viveu! Foi acolhido, foi rejeitado, até como ninho foi utilizado e virou barco de um sapo muito levado. Voltará Tomé a rever seu boné?”.

Lançado pela PAULUS Editora, o livro infantil “Alguém viu meu boné?” do autor e ilustrador Adalberto Cornavaca, traz aos pequenos leitores uma linda história que, sem o uso de palavras, convida o leitor a participar de maneira imaginativa e criativa dos acontecimentos da vida de um garoto chamado Tomé, que à procura do seu boné, encontrará inúmeras situações, pessoas e novas amizades.

De acordo com o enredo da obra, trata-se de uma delicada narrativa que comprova que até mesmo as situações de perdas – que geralmente resultam em uma sensação de tristeza e impotência, e às quais todos estão susceptíveis – podem oferecer oportunidades e experiências gratificantes de aprendizados.

No título “Alguém viu meu boné?” elaborado em forma de pergunta, Aldaberto Cornavaca faz um convite ao leitor, para que ele se sinta parte da procura, e experimente, junto com o protagonista, cada aventura dessa história fascinante repleta de imagens, cores, imaginação e percepções. Direcionado o público infantil, este livro construído em linguagem visual permite que o leitor escolha o início, meio e fim do enredo.

Vale ressaltar que as narrativas sem texto, em sua maioria são propostas inovadoras e abertas, que podem ser oferecidas a todos os públicos, mas, de um modo especial e diferenciado. Segundo especialistas, este tipo de apresentação das histórias é uma oportunidade para as crianças ainda não alfabetizadas, ou leitores iniciantes e leitores em processo de alfabetização tomem gosto pela literatura.

Além disso, incentivar a criança a ler e ouvir histórias é o melhor jeito de criar proximidade com o mundo da leitura. É consenso entre os educadores que as narrativas de imagens estimulam a criatividade e a imaginação. Nos livros somente com imagens, autores e ilustradores abrem as portas para múltiplas interpretações e sensações, elementos que contribuem para a formação do senso crítico das crianças.

O livro “Alguém viu meu boné?” dialoga com as seguintes competências da Base Nacional Comum Curricular (BNCC): “Empatia e cooperação”; “Pensamento científico, crítico e criativo”; “Autoconhecimento e autocuidado”; “Trabalho e projeto de vida”; “Conhecimento” e “Responsabilidade e cidadania”.

Adalberto Cornavaca, autor e ilustrador com vasta experiência na produção de livros infantis, é designer gráfico de longa atuação no mercado de revistas e livros. Ilustrou obras de grandes autores e foi diretor de arte da Editora Abril, onde ganhou três vezes o Prêmio Abril de Jornalismo na categoria Artes Gráficas. Pela PAULUS Editora, Cornavaca publicou as obras: “Foi assim que me contaram”, “Quem mexeu na minha floresta?”,  “Amigos, muitos amigos” e “ Um mar para amar”.

Ficha Técnica
Título: Alguém viu meu boné?
Autor (a): Adalberto Cornavaca
Acabamento: Brochura
Coleção: Saber Cuidar
Formato: 21 (larg) x 27, 5 (alt)
Páginas: 32
Área de interesse: Literatura Infantil


*Todos os artigos publicados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não expressam a linha editorial do portal e de seus editores.

Angelo Peterson
"Desconfie do destino e acredite em você. Gaste mais horas realizando que sonhando, fazendo que planejando, vivendo que esperando porque, embora quem quase morre esteja vivo, quem quase vive já morreu. Sarah Westphal