Com lubrificantes veganos produzidos com jambu e cannabis, empreendedora paulistana conquista prêmio em renomado concurso internacional

Ana Silva
Ana Silva
5 min. para leitura
Com lubrificantes veganos produzidos com jambu e cannabis, empreendedora paulistana conquista prêmio em renomado concurso internacional

Realizado anualmente na Alemanha pela Erofame, principal evento B2B para a indústria erótica no mundo, o Sign Awards, de iniciativa da revista alemã Sign Magazine, maior revista do mercado erótioco e sensual da Europa, é uma das mais renomadas premiações mundiais do setor de produtos eróticos e, recentemente divulgou o resultado dos vencedores da edição de 2021.

Mesmo não acontecendo de forma presencial por conta das restrições impostas pela pandemia do coronavírus, a edição de 2021 comtemplou seus merecidos vencedores enviando os prêmios aos seus respectivos endereços. Entre as diversas marcas contempladas está a INTT Cosméticos, uma marca brasileira criada em 2007. A empresa foi premiada na categoria melhores cosméticos excitantes. “Para nós, da INTT, esse prêmio é não somente o reconhecimento de nosso empenho na elaboração de produtos de alta qualidade, mas também o reconhecimento da superioridade cosmética brasileira” – ressalta Stephanie Seitz, diretora da INTT Cosméticos.

A história da INTT teve início quando a mãe da Stephanie decidiu entrar em uma loja de produtos eróticos no aeroporto de Munique e se espantar com o que viu: o ambiente não tinha cabines, cortinas ou qualquer coisa que disfarçasse a essência de seu negócio. “Ela diz que era como se fosse uma loja convencional, sendo que, ao contrário dos sex-toys vendidos no Brasil, os produtos eram bem trabalhados e poderiam ficar expostos em qualquer ambiente da casa, sem qualquer constrangimento, já que as embalagens não eram vulgares”, explica Stephanie.

Ciente do potencial que os produtos teriam no Brasil, a família então decidiu criar a empresa. “Criamos rótulos discretos e arrojados e selecionamos com critério nossos fornecedores e matéria-prima, tudo com o objetivo de acabar com o mito de que o mercado erótico é limitado em vibradores e lubrificantes e que os produtos são de procedência questionável”, explica Stephanie.

Em pouco tempo, a INTT se consolidou no país como uma das principais companhias do setor erótico, graças ao empenho em investir em produtos sofisticados e com ingredientes elaborados. TodoCom lubrificantes veganos produzidos com jambu e cannabis, empreendedora paulistana conquista prêmio em renomado concurso internacional esse empenho acabou sendo reconhecido internacionalmente, já que a marca conquistou seis vezes o título de “Melhor Marca do Mercado Erótico do Ano” na premiação “Melhores do Mercado Erótico e Sensual”, promovida pela JPGF Negócios. Tanto sucesso fez com que a INTT explorasse outros países e conquistasse a Europa em 2019.

Como o pioneirismo está no DNA da empresa, a marca decidiu ousar e fazer sua estreia no mercado europeu com uma ideia extremamente inusitada: um lubrificante com cannabis. “Além de apresentar uma solução interessantes às mulheres que sofrem com falta de lubrificação, ele deixa a região vaginal mais relaxada, permitindo com que a mulher tenha um ato sexual muito mais prazeroso” –  diz a diretora. Por ser proibido no Brasil, o lubrificante à base de cannabis é vendido apenas na Europa.

Com lubrificantes veganos produzidos com jambu e cannabis, empreendedora paulistana conquista prêmio em renomado concurso internacionalApós fabricar os produtos em Portugal e vender para países como Alemanha, Espanha e Rússia, o faturamento da INTT cresceu 120%. Mas não são apenas os cosméticos sensuais da empresa que fazem sucesso por serem inusitados e discretos, a marca também aposta em sex-toys que podem ser confundidos facilmente com uma caixa de som portátil ou um carregador, como é o caso do mini bullet com vibrador. Portátil e recarregável, ele possui 10 modos diferentes de vibração e um design minimalista, ideal para levar na bolsa ou mala de viagem.

 “Queremos mostrar que sexo vai muito além do prazer carnal, que o ato de se conhecer e explorar o próprio corpo pode transformar a vida e a saúde das pessoas, e que os cosméticos sensuais e brinquedos eróticos podem ser o caminho para descobrir o que de fato a pessoa gosta e como ela pode atingir o orgasmo”, finaliza Stephanie.



*Todos os artigos publicados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não expressam a linha editorial do portal e de seus editores.

Compartilhe este artigo
Por Ana Silva
Seguir:
"Acredite em si próprio e chegará um dia em que os outros não terão outra escolha senão acreditar com você. Cynthia Kersey Bem, isso resume meu 2022 :)