Coletivo Calcâneos apresenta espetáculo cênico 'Filhes -- da -- Pº##@! - T O D A' propondo uma experiência híbrida
O Coletivo Calcâneos segue abraçando seus processos artísticos que pautam reflexões críticas performadas como ação política. Dessa vez, para relembrar falas, dores e vulnerabilidades sociais dos que já passaram e daqueles que ainda permanecem aqui, artistas estreiam  ‘Filhes — da — Pº##@! – T O D A’ (Filhes da Porra TODA) na quinta e sexta-feira, 21 e 22/04, no Teatro Sérgio Cardoso, às 19h, com entradas gratuitas. Nestas mesmas datas, às 16h, um documentário será disponibilizado nas plataformas digitais do espaço, oferecendo uma experiência que atinge não só a cidade de realização, mas, também, todos os outros cantos do país. 

Em  ‘Filhes — da — Pº##@! – T O D A’  o Coletivo Calcâneos, formado há 10 anos por 7 jovens potências nascidas, criadas e situadas na região leste de São Paulo, decretam:

“(…) já não gera empatia, alteridade e amor. O pulso do coração da humanidade parou. Ainda assim, a gente faz pulsar.”

Totalmente fundamentada na dança e trilha sonora que a ampara, a obra amplia olhares sobre o ser periférico e a reverberação dos contextos de opressor e oprimido, além das pautas que guiam essas atuações que incomodam ou, pelo menos, deveriam incomodar. O incômodo é, então, passo norteador do projeto que escancara essa sociedade que historicamente tratou agressões com normalidade.

A iniciativa faz parte do projeto “Desde que o Mundo é Mundo”, contemplado pela 30ª Edição do Programa Municipal de Fomento à Dança para a cidade de São Paulo, da Secretaria Municipal de Cultura.

SERVIÇO
Coletivo Calcâneos apresenta ‘Filhes — da — Pº##@! – T O D A’
Quinta e sexta-feira, 21 e 22/04 – Teatro Sérgio Cardoso, às 19h + Documentário nas plataformas digitais do espaço, às 16h
Entrada Gratuita
Mais informações: https://www.coletivocalcaneos.com

*Todos os artigos publicados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não expressam a linha editorial do portal e de seus editores.

Ana Silva
"Acredite em si próprio e chegará um dia em que os outros não terão outra escolha senão acreditar com você. Cynthia Kersey Bem, isso resume meu 2022 :)