Brasileiro será o responsável pela coordenação da vela em Paris 2024

Ana Silva
Ana Silva
4 min. para leitura
Brasileiro será o responsável pela coordenação da vela em Paris 2024

O brasileiro Ricardo Navarro será o delegado técnico da vela nos Jogos de 2024. O catarinense coordenará as provas na raia Marselha e terá sob seu guarda-chuva todos os árbitros, comunicação, parte técnica, voluntariado, locais de regata, e tudo relacionado a modalidade. O Comitê Olímpico Internacional recebeu o nome do brasileiro Ricardo Navarro para coordenar a vela em Paris 2024 a pedido da World Sailing, entidade máxima da vela no mundo. O oficial de regata foi escolhido para ser o elo entre as federações do esporte o COI.

Ricardo Navarro é o atual presidente do Comitê de Oficiais de Regata e foi o Field of Play Manager nos Jogos Olímpicos Rio 2016. Ele atuou como Delegado Técnico em vários eventos de ponta, incluindo os Jogos Pan-Americanos de 2019, função que ele retomará em 2023.

No Brasil, o gerente de regatas também participou da The Ocean Race em Itajaí (SC) por três edições, além de estar presente em grandes provas nacionais como Semana de Vela de Ilhabela e Circuito Santa Catarina de Vela Oceânica.

Os Oficiais de Regata são obrigados a administrar os 10 eventos de vela em Paris 2024, que serão realizados na recém-renovada Marina Roucas-Blanc, em Marselha, de 26 de julho a 11 de agosto de 2024.

”Foi uma escolha bastante difícil e disputada! Terei a honra de representar o Brasil também. Será uma competição de alto-nível e a raia de Marselha já está preparada para receber a próxima olimpíada”, disse Ricardo Navarro, que está há quase 20 anos na função de coordenador de regatas na World Sailing.

”O Brasil, por meio da CBVela, decidiu investir na formação técnica, principalmente na área de gerente de regatas e está colhendo os resultados com uma explosão de nomes sendo oficiais de regata em grandes competições, incluindo agora as mulheres. Os brasileiros, tanto atletas como diretores de regata, sempre tiveram um talento natural e sempre se dedicaram na vela. Eu tenho certeza que isso vem para ficar. Cada vez vamos ver mais atletas ganhando regatas e oficiais de regatas trabalhando em grandes eventos”.

Em Paris 2024, as classes do programa ganham novos integrantes como  IQ Foil, Formula Kite e o 470 passa a ser em duplas mistas. As categorias mais tradicionais como Laser, 49er, 49er Fx e Nacra 17 continuam na próxima edição olímpica.

Entrevista com Ricardo Navarro na íntegra — https://www.youtube.com/watch?v=UG6a8ehySU8

”Marselha é uma raia geograficamente muito boa para todas as classes, que venta bastante, mas nosso maior desafio é fazer todas as regatas estipuladas no programa para as 11 categorias. Nosso objetivo é casar o lado técnico com a divulgação do esporte”, reforçou o brasileiro Ricardo Navarro.

Ao lado de Ricardo Navarro em Paris 2024 estará Pinar Coskuner Genç (TUR) como oficial, Ana Sanchez Del Campo Ferrer (ESP), como presidente do Júri Internacional, Jurgen Cluytmans (BEL) e Presidente do Comitê Técnico.

”Todos os quatro delegados demonstraram seu conhecimento, integridade e compromisso em garantir que a vela nos Jogos Olímpicos seja uma competição justa e equilibrada para todos os atletas. Este será o primeiro Jogos Olímpicos em que dois dos três papéis principais no evento de vela serão nomeadas mulheres”, contou Quanhai Li, presidente da World Sailing.

”A World Sailing fez da equidade de gênero uma prioridade e alcançar esse objetivo para Paris 2024 é um grande passo em frente para o esporte”.



*Todos os artigos publicados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não expressam a linha editorial do portal e de seus editores.

Compartilhe este artigo