As artes marciais mistas como um dos nichos que mais crescem no mundo, se divulgar é preciso

Angelo Peterson
Angelo Peterson
6 min. para leitura
As artes marciais mistas como um dos nichos que mais crescem no mundo, se divulgar é preciso

Nenhum esporte hoje vive sem mídia, inegavelmente a atuação da imprensa é uma das vertentes mais fortes na viabilidade de um atleta ser visto e convocado para atuar em diversos eventos mundo afora.

O MMA segue sendo um dos esportes que mais crescem no mundo, se os números expressivos do esporte já são interessantes, conecte isso ao aumento de usuários nas redes sociais. Só o Instagram já contabiliza mais de 1 bilhão de contas voltadas ao esporte, o Youtube supera a marca de 2 bilhões de inscritos, a evolução disso denota a força das redes sociais para divulgar, elevar e fortalecer a imagem e a presença do atleta no meio digital.

Nas palavras de Bill Santos, CEO da Try Mídia, todas as vertentes conectadas ao esporte precisam ser vistas e divulgadas:

“Hoje em dia, o lutador, professor ou personal trainer precisa estar em evidência, os eventos pedem esse tipo de atitude, é muito melhor para vender uma luta, para divulgar um evento, ou mesmo quando o atleta aparece em uma matéria. Sempre que algo do tipo surge nas redes sociais, logo de cara percebemos o destaque, vivemos em um mundo ágil que precisa ser evidenciado para ser lembrado”.

Exemplos claros de boa divulgação ilustram como estar em evidência fortalece a marca pessoal e profissional de quem é da luta. Um dos maiores atletas e mais bem pagos do mundo hoje, sabe como poucos a fina arte de estar em evidência. Este é o caso de Conor McGregor que trabalha o visual, sua presença interativa que amplifica a experiência nas redes sociais e cria um mundo extremamente novo para o segmento e aqueles que acompanham sua trajetória.

O atleta curitibano Irwing King Kong é prova viva disso, sempre ligado nas redes sociais, seu perfil cresce, e viabiliza formas totalmente novas de divulgação, advindo de eventos de grande nome no Brasil. O lutador fez história no SFT, evento transmitido pela Band e hoje, o atleta trilha seu caminho na europa, atuando em eventos de ampla divulgação mundial. O lutador e empresário ainda ressalta que a mídia auxilia a trazer e manter patrocinadores cruciais para o desenvolvimento do esporte:

“A imprensa e a sua divulgação são muito  importantes para mostrar para os atuais parceiros e futuros que você está aparecendo. Quem não é visto não é lembrado.”

Outro grande exemplo é a atleta e política, Fernanda Mazzeli, 4 vezes campeã mundial de Jiu-Jitsu e ex-vereadora em Guarapari, a personalidade da lutadora reflete em suas redes sociais e entrevistas que participa, seu cunho social e sua garra sempre estão presentes nas suas falas e formas de divulgação:

“É muito importante estar na mídia! Para o atleta quanto mais a sua divulgação mais ele está em evidência e assim ajuda a abrir portas para empresas poderem estar apoiando e até mesmo patrocinando!”

Responsável por todo conteúdo criativo e textual, Victor Nunes, CTO da Try Mídia e mantenedor do Ranking Nacional de MMA divulgado no MMA Premium, reforça o fato da mídia ser descentralizada e faz um alerta aos atletas que não gostam ou descartam a necessidade de se divulgar:

“O Ranking Nacional de MMA tem sido uma grande ferramenta para os eventos escolherem os melhores entre os melhores no Brasil, porém, de nada adianta estar no top 5 sendo que você não se divulga! O MMA Nacional carece de incentivo, se o atleta e o evento não se divulgarem, certamente vão ter pouca mídia e, consequentemente, pouco investimento para investir e crescer.”

Fechando a lista de avaliações do cenário de mídias e divulgações o empreendedor Bernardo Serale possui uma gama de negócios ligados ao MMA e outros esportes, agenciando atletas, auxiliando eventos e promovendo o esporte, Bernardo possui um forte respeito pela imprensa e sempre que pode exalta a importância das mídias para as ações conectadas a sua empresa de agenciamento de atletas, a WM Sports e demais nichos esportivos no qual atua:

“Eu acho fundamental, essa divulgação. É onde realmente o nome do atleta vai aparecer para o público em geral…. Sem dúvida nenhuma o nome do atleta, entra em uma maior evidência, atinge de uma forma melhor o que é de maior interesse para eles, os grandes patrocinadores, mais seguidores em suas redes sociais e também os responsáveis em colocar ou indicar novos talentos para os grandes eventos.”

A repercussão é infinitamente maior que apenas um post de Instagram (que sem dúvida nenhuma também é importante, mas atinge um público bem mais restrito de uma forma bem mais superficial)”

O retrato das cenas mais vistas no MMA mundial são sempre do UFC, BELLATOR e ONE FC, o esporte ainda carece de visibilidade aos eventos nacionais, aos atletas que estão em busca de um “lugar ao sol”. Sempre que vemos um grande campeão mundial, precisamos entender que sua jornada começou muito antes de todo seu destaque, e que só será possível ter esse real panorama e grandeza quando eventos, atletas e patrocinadores se unirem a mídia para alavancarem a imagem do esporte nacional, criando ídolos no país e não apenas fora dele.



*Todos os artigos publicados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não expressam a linha editorial do portal e de seus editores.

Compartilhe este artigo
Seguir:
"Desconfie do destino e acredite em você. Gaste mais horas realizando que sonhando, fazendo que planejando, vivendo que esperando porque, embora quem quase morre esteja vivo, quem quase vive já morreu. Sarah Westphal