Apogeu aborda o melhor do rock alternativo brasileiro em nova fase da banda

Ana Silva
Ana Silva
6 min. para leitura
Apogeu aborda o melhor do rock alternativo brasileiro em nova fase da banda
Neste nosso novo single  intitulado “TOMBO”, a banda Apogeu lança pela primeira vez uma faixa no qual apresenta o contexto social e político de maneira direta, direcionando a visão da banda e estendendo a mão para o entendimento.  Buscando não ficar calados com os absurdos que vivemos como sociedade dentro de um país desigual. Aprendendo com a nossa história para fazer diferente, como irmãos. 
Com uma sonoridade bem mais pesada do que os lançamentos anteriores e contando com a super participação especial da banda Athos 2, o grupo de rock alternativo formado em São Paulo, e que possui três álbuns, coletânea ao vivo e diversos singles, promete entregar algo novo e dinâmico com o lançamento do clipe “Tombo”. 
 
Conversamos com a banda sobre sua trajetória, processo de composição e gravação, influências musicais, entre outras curiosidades. Confira a entrevista!
De onde surgiu o nome “Apogeu”?
No início a banda se chamava Corbã, mas havia um registro desta marca, na busca por um outro nome para patentear, chegamos em Apogeu. Pois simboliza bem a nossa eterna busca por um lugar mais alto. A palavra que no portugues é utilizada para se referir ao ápice da vida ou ao ponto mais distante entre a terra e alguma estrela, nos traz a reflexão sobre qual é o nosso melhor momento da vida, o agora ou a eterna busca que sempre estamos?

Como e quando a banda surgiu?
A banda foi formada há mais de 10 anos, em São Paulo, quando gravamos em FITAS CASSETE as ideias de músicas que produzimos no violão. Dali em diante a produção abriu portas para nos convidarem a tocar em alguns pequenos eventos. Reunimos amigos que já eram músicos e lançamos, em 2006, nosso primeiro trabalho chamado SOU LIVRE. Apenas em 2009, após lançar o segundo álbum, foi que notamos que poderíamos seguir de forma profissional nos apresentando em diversos lugares, cidades, pois tivemos a indicação na premiação do Troféu Promessas da Rede Globo de Televisão e a nossa música LUZ entrou na trilha sonora do Filme Não é Tarde para Recomeçar.

A banda segue promovendo seu último lançamento,  o single e clipe de “Tombo”  . Como foi o processo de gravação do single e clipe?
A música foi produzida pelo guitarrista da Supercombo, Toledo. Criamos as bases da música e ele nos ajudou a arranjar ela. Foi um processo muito divertido e criativo. Mas o que levou maior dedicação foi a produção do clipe, pois colocamos a mão na massa para produzir, captar e editar tudo sozinhos. Foram 3 diferentes locações, muitos cenários, figurinos e que nos exigiu atuar como atores para representar toda ideia que passamos. Até a maquiagem dos sangues mostrando a cena foram feitas pelo nosso guitarrista. Um verdadeiro trabalho do it yourself …rs

Quem fez a capa do single?
A capa foi produzida pela talentosa designer e artista Argentina @abyguillermo, hoje ela mora na cidade de Curitiba e faz trabalhos para diversos artistas. Ela recebeu a música e nos trouxe a proposta sem enviarmos nenhum briefing do que queríamos, foi totalmente a partir da percepção dela sobre a música. Ficou incrível.

A faixa foi muito bem recebida nos sites de música especializada nacionais e internacionais . Como a banda está vendo esse feedback tão positivo do material lançado?
Foi uma recepção muito além do que imaginávamos. Estamos empolgados e com medo de toda essa recepção….rs, pois eleva o nível para um próximo lançamento..rsrs. Mas isso nos deixa muito motivados para seguir trabalhando com ainda mais qualidade e cuidado.

Suas músicas demonstram muita intensidade e entrega por parte da banda. Existe alguma composição que seja mais especial para vocês?  
Percebemos que o nosso maior forte são os shows, pois tem muita energia e empolgação da galera e nossa no palco, por isso tentamos levar a mesma energia para as gravações no estúdio. As músicas Babel, Carta do Pródigo e Nano Robô conseguiram passar bem este sentimento e vibração.

Quais as bandas e fontes artísticas que inspiram o som do Apogeu  ?
Ouvimos muitas bandas distintas, cada integrante tem seu estilo e banda muito divergente dos outros, o que é bom pois enriquece e soma na produção. Mas em geral ouvimos muito as bandas Bring Me the Horizon, Guardian, Bride, Three Days Grace, Papa Roach e Nothing But Thieves.

Quais bandas nacionais vocês andam escutando?
Mais uma vez cada um tem um gosto bem distinto um do outro …rsrs! Mas podemos destacar algumas que sempre cruzam nossas playlists conjuntas: Ego Kill Talent, Scalene, Far From Alaska e, claro, Supercombo, do nosso produtor maravilhoso …rs!

Podemos esperar mais material inédito em breve?
Opa, com certeza, claro! Ainda neste primeiro semestre de 2022 sai mais uma inédita, com peso igual ou maior do que a Tombo.
Ahhhhh, e em primeira mão… tem um possível Remix para sair também… está em produção com por DJ renomado e promete ‘causar’ com esta versão dançante…rs! Aguarde.

 


*Todos os artigos publicados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não expressam a linha editorial do portal e de seus editores.

Compartilhe este artigo