24% das brasileiras não vacinaram ou vacinariam seus filhos contra Covid, diz estudo

Ana Silva
Ana Silva
2 min. para leitura
24% das brasileiras não vacinaram ou vacinariam seus filhos contra Covid, diz estudo

A vacinação para crianças contra a Covid-19, começou no Brasil em janeiro deste ano e não é um consenso entre os pais: há quem comemore quando seu filho ou outra criança da família é vacinada, já outros se mostram reticentes quanto a essa decisão. E conforme constatou o Trocando Fraldas em seu mais recente estudo, 24% das brasileiras não vacinaram ou vacinariam seus filhos contra a Convid-19, independente da idade. Somente 6% delas vacinaram ou vacinariam seus filhos de dois anos ou mais, 16% as crianças de 5 anos ou mais, e 17% as de 11 anos ou mais.

Embora 91% das participantes tenham se vacinado contra a Covid, no resultado geral, apenas 37% vacinaram ou vacinariam seus filhos em qualquer idade. Já os dados por estado demonstram que São Paulo é o estado em que mais mães vacinaram ou vacinariam seus filhos, com 82% das participantes. Em Minas Gerais e no Rio Grande do Sul, pelo menos 78%, e no Rio de Janeiro e Distrito Federal, 75%. Já Roraima, é o estado com o menor percentual de mães que vacinaram seus filhos contra Covid, com 61% das entrevistadas.

Ainda, 57% das mulheres são a favor da obrigatoriedade da vacinação em crianças. Principalmente no Piauí, que é o estado em que mais participantes são a favor da imunização em seus filhos, com 64%. Seguido de Paraná e São Paulo, com 63% das entrevistadas. No Rio de Janeiro, 59% são a favor desta obrigatoriedade de imunização. Já em Santa Catarina o percentual cai para 45% das entrevistadas a favor da obrigatoriedade de vacinação contra Covid 19 em crianças.

24% das brasileiras não vacinaram ou vacinariam seus filhos contra Covid, diz estudo



*Todos os artigos publicados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não expressam a linha editorial do portal e de seus editores.

Compartilhe este artigo